Juan Medina/Reuters
Juan Medina/Reuters

Real Madrid dá vexame em casa, perde do Leganés e é eliminado da Copa do Rei

Equipe do técnico Zidane leva 2 a 1 e cai nas quartas de final

Estadão Conteúdo

24 Janeiro 2018 | 21h30

A crise agora se instalou de vez no Real Madrid. Nesta quarta-feira, sem Cristiano Ronaldo, o time comandado pelo técnico francês Zinedine Zidane deu vexame e foi eliminado nas quartas de final da Copa do Rei ao ser derrotado, em pleno estádio Santiago Bernabéu, em Madri, pelo modesto Leganés por 2 a 1. Apesar da vitória por 1 a 0 na rodada de ida, como visitante, o clube da capital espanhola caiu no critério dos gols marcados fora de casa.

+ Valencia bate Alavés nos pênaltis e avança às semifinais da Copa do Rei

 + Philippe Coutinho é relacionado e pode estrear pelo Barça nesta quinta

A vexatória eliminação em casa, com muitas vaias dos torcedores, complica ainda mais a situação de Zidane no Real Madrid, apesar do recente título do Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro. O time não vem tendo um bom desempenho em campo nesta temporada e justamente no jogo seguinte ao do Grêmio as coisas pioraram: uma derrota acachapante para o rival Barcelona por 3 a 0, em Madri, pelo Campeonato Espanhol.

Na competição nacional, o título já está perdido, pois a desvantagem para o líder Barcelona é enorme: 19 pontos, mesmo com um jogo a menos. Fora da Copa do Rei de forma precoce, só resta ao Real Madrid a luta pelo tri da Liga dos Campeões da Europa. Nas oitavas de final, em fevereiro e no início de março, um duelo complicado pela frente contra Paris Saint-Germain de Neymar, Cavani, Mbappé e cia.

A derrota desta quarta-feira está sendo chamada de "Pepinazo", se referindo ao apelido de pepineros (pepinos) do Leganés. O clube das redondezas de Madri chega pela primeira vez em sua história nas semifinais da Copa do Rei e há pouco menos de quatro anos estava na terceira divisão da Espanha. O volante brasileiro Gabriel foi o herói da classificação ao marcar o gol da vitória. E ele é o artilheiro do time na temporada, com seis tentos.

Nas semifinais, o Leganés conhecerá o seu adversário no sorteio a ser realizado nesta sexta-feira. Sevilla, que tirou o Atlético de Madrid, e o Valencia, que passou pelo atual vice-campeão Alavés, são os outros garantidos. Nesta quinta, o clássico catalão entre Barcelona e Espanyol, no estádio Nou Camp, definirá o último classificado. Os duelos serão nos dois próximos meios de semana.

Mesmo sem chances no Campeonato Espanhol, Zidane resolveu poupar vários de seus titulares. Garteh Bale, Marcelo e Cristiano Ronaldo sequer foram relacionados. E o Real Madrid sofreu e não deu um chute direto no gol do goleiro Champagne no primeiro tempo. O Leganés jogou por um contra-ataque e conseguiu o gol. Aos 31 minutos, o meia Eraso roubou bola na intermediária e soltou a bomba, que entrou no ângulo direito do goleiro Casilla.

Para a segunda etapa, o Real Madrid entrou mais disposto e logo conseguiu o empate. No primeiro minuto, Benzema recebeu de Lucas Vázquez pela direita e tocou na saída de Champagne. Só que nove minutos depois o brasileiro Gabriel apareceu de surpresa em uma cobrança de escanteio e marcou de cabeça o gol heroico para o Leganés.

Desesperado, o Real Madrid pressionou de tudo quanto é forma para obter o empate, mas nada deu certo. Inúmeros foram os cruzamentos, inúteis, na área. Champagne salvou o Leganés em duas oportunidades e garantiu a classificação.

Mais conteúdo sobre:
Real Madrid Club de Futbol

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.