Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

Real Madrid desiste de Neymar após acusação de estupro, diz jornal

Clube espanhol descarta continuar com negociação para contratar atacante do Paris Saint-Germain

Redação, O Estado de S. Paulo

04 de junho de 2019 | 15h48

A diretoria do Real Madrid decidiu não seguir adiante com o interesse de contratar o atacante Neymar. Segundo o jornal espanhol As, o clube desistiu de intensificar negociações com o jogador do Paris Saint-Germain após os dirigentes ficarem incomodados com a acusação revelada no último fim de semana de que o atleta cometeu um estupro em Paris no último mês.

A publicação revela que há três semanas um dos empresários de Neymar, Wagner Ribeiro, se reuniu com o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez. Os dois conversaram sobre uma possível transferência, negociação agora cancelada após o time espanhol acompanhar no noticiário as acusações de que Neymar pode ter cometido um crime em um hotel em Paris no mês de maio.

Com Neymar descartado, o Real Madrid deve procurar outras opções para se reforçar. O clube deve fechar com o lateral francês Mendy, com o meia belga Hazard e o atacante sérvio Jovic, além de apostar a partir de julho em trazer Mbappé. A equipe espanhola considera que o atacante está insatisfeito no Paris Saint-Germain e pode topar a mudança de clube.

Aos 27 anos, Neymar atuou no futebol espanhol pelo Barcelona entre 2013 e 2017. O jogador atualmente integra a seleção brasileira e se prepara para a disputa da Copa América a partir da próxima semana. A estreia será contra a Bolívia, no dia 14, no estádio do Morumbi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.