Pierre-Philippe MARCOU / AFP
Pierre-Philippe MARCOU / AFP

Real Madrid empata com Betis no Bernabéu antes de final contra o Liverpool

Duelo entre campeão espanhol e o vencedor da Copa do Rei inaugura 38ª rodada do torneio nacional

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de maio de 2022 | 00h15

Campeão espanhol com antecedência na 34ª rodada, disputada no final de abril, o Real Madrid se despediu da atual edição da liga nacional nesta sexta-feira, no Santiago Bernabéu, onde não saiu de um empate sem gols com o Betis. A partida foi a penúltima da temporada para o time merengue, que ainda tem pela frente a decisão do título da Liga dos Campeões, contra o Liverpool, em Paris.

Mesmo com a proximidade do jogo mais importante do ano, marcado para 28 de maio, Carlo Ancelotti escolheu não poupar seus principais jogadores e escalou um time forte. Os brasileiros Vinícius Jr., Rodrygo, Casemiro e Éder Militão começaram jogando, assim como o artilheiro Benzema e os meias Kroos e Modric. Um dos protagonistas do dia, entretanto, foi Marcelo, que saiu do banco de reservas e se emocionou ao fim da partida, pois pode ter sido a sua última com a camisa madrilenha.

A escalação para a final europeia, aliás, não deve ser muito diferente da utilizada nesta sexta. Ancelotti até já avisou, em entrevista coletiva na última quinta-feira, que definiu o time que mandará a campo para tentar superar os comandados de Jürgen Klopp e faturar mais um título.

Nesta sexta, os minutos anteriores ao início da partida foram de clima amigável e cheio de respeito entre os clubes. Na entrada ao gramado, os jogadores do Real Madrid formaram duas fileiras e bateram palmas enquanto os rivais do Betis passavam pelo meio, como forma de parabenizá-los pela conquista da Copa do Rei. Depois, os atletas do Sevilla inverteram o corredor de honra, em saudação aos merengues pelo título espanhol.

As gentilezas ficaram um pouco de lado após o apito inicial. Diferentemente do Real, sem ambições no Espanhol, o Betis ainda alimentava esperanças de conseguir uma vaga na Liga dos Campeões, sonho encerrado em razão do empate, já que estacionou nos 65 pontos, em quinto lugar, dois pontos atrás do rival e quarto colocado Sevilla.

A melhor chance do Betis foi desperdiçada por Joaquín, lenda do clube e do futebol espanhol. O clima da torcida do Real era tão leve que o atacante rival de 40 anos foi aplaudido quando entrou em campo, substituindo Fekir, durante o segundo tempo.

Mais aplausos foram ouvidos, de forma mais intensa, no momento em que o lateral Marcelo entrou em campo com a camisa merengue no lugar de Mendy. O brasileiro tem contrato com o time de Madri apenas até o fim desta temporada e ainda não tem o futuro definido. De acordo com a imprensa europeia, a diretoria quer o jogador em um cargo diretivo, mas ele deseja continuar jogando.

Marcelo participou do lance que poderia ter dado a vitória ao Real no último minuto da partida. Fez um cruzamento perfeito para Benzema, que escorou de cabeça em direção ao canto direito e viu a bola sair pela linha de fundo após raspar a trave. Alguns instantes depois, o apito soou.

Em outro jogo da rodada final nesta sexta-feira, o já rebaixado Levante se despediu da primeira divisão espanhola com uma vitória por 4 a 2 sobre o Rayo Vallecano, 12º colocado, com 42 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.