Alfredo Dadai/Efe
Alfredo Dadai/Efe

Real Madrid entra em crise, enquanto Barça cresce na temporada

Técnico do time catalão comemora boa fase do trio ofensivo e evita falar da fase do rival: 'O que acontece com eles, só interessa a eles'

Estadão Conteúdo

10 de fevereiro de 2015 | 12h17

Enquanto o Barcelona cresce na temporada e parece finalmente ter achado o equilíbrio com o trio de ataque formado por Messi, Neymar e Suárez, o Real Madrid atravessa uma crise. A goleada sofrida por 4 a 0 para o Atlético de Madrid deflagrou o péssimo momento da equipe, que chegou a ser pressionada pela torcida no treino de segunda-feira. Do lado catalão, no entanto, ninguém parece preocupado com a fase do principal rival.

"Não falo dos rivais, só quando jogam contra a gente. Estamos à margem. O que acontece com eles, só interessa a eles", declarou o técnico Luis Enrique nesta terça, ao ser perguntado sobre a festa de aniversário de Cristiano Ronaldo no sábado, horas após a goleada diante do Atlético, que só aumentou a ira da torcida.

O fato é que o Barcelona aproveita a queda do rival para encurtar a diferença na tabela do Campeonato Espanhol, ainda na vice-liderança, mas agora somente a um ponto dos madrilenhos: 54 a 53. Luis Enrique não esconde a satisfação com as últimas exibições da sua equipe, mas sabe que, assim como o Real, em algum momento pode ser o time catalão que enfrentará uma crise.

"Nós não pretendemos ser perfeitos, é impossível. A imperfeição também faz o futebol mais bonito", afirmou. "Nossa ideia, também nos treinos, é se divertir em campo. Entendemos o futebol desta maneira. Somos uma equipe que não especula com o resultado, sempre seguimos tentando gerar perigo e conseguir mais gols."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.