Reuters
Reuters

Mãe de Casillas volta atrás e pede desculpas ao Porto: 'Mil perdões'

Ela havia chamado clube português de time de 3ª divisão

O Estado de S. Paulo

13 de julho de 2015 | 09h45

Ilker Cassilas, homenegado nesta segunda-feira pelo Real Madrid, viveu uma saia justa no fim de semana por causa de uma declaração dada por sua mãe. Mari Carmen Fernández teve de pedir desculpas ao Porto, o novo clube de seu filho. Ela havia comparado a equipe de Portugal a um time de terceira divisão. "O FC Porto? Por amor de Deus. É uma equipa da Segunda B (a 3.ª Divisão da Espanha) para alguém da categoria do Iker. Um campeão do mundo não pode acabar no FC Porto", disse Mari Carmen em entrevista ao jornal El Mundo.

Neste domingo, a mãe do goleiro voltou atrás e pediu desculpas pelas declarações que repercutiram mal em Portugal. “Estou muito agradecida ao FC Porto por o ter acolhido. As minhas desculpas estão apresentadas, peço mil perdões, e espero que o meu filho possa triunfar tanto no FC Porto como no clube que até agora foi a sua casa”, disse Mari Carmen Fernández, à rádio espanhola Cadena Cope.

HOMENAGEM

O Real Madrid decidiu dar ao goleiro e capitão Iker Casillas uma despedida oficial nesta segunda-feira, após receber críticas pela emotiva e discreta entrevista coletiva em que o atleta se despediu dos torcedores, no domingo.

Casillas, que deixa seu clube de toda a vida após 16 temporadas na equipe titular para ir ao Porto, apareceu sozinho na sala de imprensa do Bernabéu e teve que parar várias vezes para conter a emoção enquanto lia um comunicado agradecendo ao clube que "lhe deu tudo".

O contraste com o ocorrido com seu amigo e ex-companheiro de seleção Xavi Hernández desencadeou críticas generalizadas na imprensa de que o Real Madrid não havia tratado com respeito suficiente uma lenda do clube.

Xavi, de 35 anos, deixou o Barcelona para seguir para o Al Sadd, do Catar, no final da temporada passada e recebeu uma série de despedidas de torcedores, dirigentes e companheiros no Camp Nou, rodeado pela família, amigos e troféus. 

(Com Reuters)

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.