Cristina Quicler/AFP
Cristina Quicler/AFP

Real Madrid garante vitória após expulsão de Cristiano Ronaldo

Time merengue bate Córdoba fora de casa por 2 a 1 com gol no fim em jogo marcado pela expulsão do português por agredir adversário

Estadão Conteúdo

24 de janeiro de 2015 | 15h05

O Real Madrid encontrou muitas dificuldades para assegurar a liderança do Campeonato Espanhol por mais uma rodada. Neste sábado, fora de casa, no Estádio Nuevo Arcángel, o time esteve longe de brilhar, perdeu Cristiano Ronaldo expulso, mas derrotou o Córdoba por 2 a 1, em partida válida pela 20ª rodada, com um gol marcado nos instantes finais.

O triunfo levou o Real Madrid aos 48 pontos, com quatro a mais do que o Barcelona, que entrará em campo ainda neste sábado para enfrentar o Elche, fora de casa. Já o Córdoba, na luta contra o rebaixamento, segue com 18 pontos, na 14ª colocação, mas pode perder algumas posições na sequência da rodada. 

O Córdoba abriu o placar logo aos três minutos do primeiro tempo, quando o argelino Nabil Ghilas converteu cobrança de pênalti, assinalado após Sérgio Ramos colocar a mão na bola dentro da grande área. O Real, porém, empatou o duelo ainda na etapa inicial, ao 26 minutos, com o francês Karim Benzema, que finalizou para as redes após cobrança de escanteio e confusão na grande área. 

Sem grandes atuações dos seus principais jogadores, como Cristiano Ronaldo e James Rodríguez, o Real pouco ameaçava o Córdoba, que chegou acertar o travessão da meta defendida por Iker Casillas. E a situação ficou ainda pior aos 37 minutos da etapa final, quando o craque português foi expulso após agredir Edimar com um chute.

Mas mesmo sem o seu principal jogador, o Real conseguiu a virada, logo após Cartabia receber o segundo cartão amarelo e ser expulso por colocar a mão na bola na grande área. O galês Gareth Bale, então, converteu a cobrança de pênalti aos 44 minutos e garantiu o suado triunfo do Real.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.