Real Madrid investe no marketing

O Real Madrid fechou nesta sexta-feira mais um negócio milionário. O clube assinou contrato com a empresa de marketing esportivo ASD (Asian Sports Development) para difundir sua marca na Ásia e Oceania e espera faturar 40 milhões de euros (US$ 46 milhões) nos primeiros três anos - o acordo vale por seis anos. "É um contrato sem precedentes em tremos de marketing no futebol", comemorou José Angel Sanchez, diretor de marketing do clube espanhol.A primeira ação da ASD será promover a excursão que o Real fará pela Ásia entre os dias 25 deste mês e 11 de agosto. O time ficará treinando na China na primeira semana da viagem e depois fará quatro amistosos em agosto - um na China, um no Japão, um em Hong Kong e outro na Malásia. A cota em cada um será de 2 milhões de euros (US$ 2,3 milhões).O clube abrirá escolas de futebol na Ásia e na Oceania - a primeira será em Shangai, na China. Além disso, a ASD distribuirá a revista oficial do Real - que será traduzida em vários idiomas asiáticos -, coordenará a venda de produtos oficiais do clube e organizará amistosos e excursões do time. O acordo vale para 19 países: China (incluindo Hong Kong e Macau), Japão, Coréia do Sul, Tailândia, Vietnã, Laos, Camboja, Brunei, Cingapura, Malásia, Indonésia, Austrália, Nova Zelândia, Filipinas, Índia, Nepal, Bangladesh, Paquistão e Taiwan."Todos esses planos necessitavam da presença física do time para alavancá-los. É por isso que estamos indo para a Ásia no fim do mês", disse Sanchez.A contratação do inglês David Beckham também faz parte da estratégia para ganhar espaço na Ásia, porque o clube espanhol sabe o quanto é poderosa a imagem do astro inglês no continente.A vontade de faturar no mercado asiático é tão grande que o Real Madrid pensa até na possibilidade de mexer no horário de seus jogos no Campeonato Espanhol para facilitar a transmissão para a Ásia. Suas partidas normalmente começam às 19h ou 21h30 - pelo fuso horário, dependendo da época do ano, a Ásia está 7 ou 8 horas à frente, o que significa que os jogos ocorrem de madrugada."Jogar às 16h já ajudaria, mas precisamos da concordância dos outros clubes", afirmou o diretor de marketing. Especula-se até que algumas partidas poderiam ser no fim da manhã ou no início da tarde.Não é apenas na Ásia e na Oceania que o Real Madrid está querendo ganhar espaço. O clube também fechou um acordo para desenvolver sua marca no México. Em setembro vai inaugurar uma escolinha de futebol e também abrirá lojas oficiais para vender seus produtos no país.O clube possui um estudo que assegura que no mundo existem 100 milhões de fãs do Real Madrid. "Queremos desenvolver uma estratégia global para fortalecer nossa mercado em todas as zonas de influência do futebol e em todos os mercados emergentes do mundo."

Agencia Estado,

04 de julho de 2003 | 18h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.