Real Madrid lamenta derrota em casa com falha coletiva

Time leva 1 a 0 do Getafe no Santiago Bernabéu e vê rivais subirem na tabela do Espanhol

Mark Elkington, REUTERS

25 de fevereiro de 2008 | 15h06

Os jogadores do Real Madrid ficaram furiosos com eles próprios após terem cometido um erro bobo que presenteou o Getafe com uma vitória 1 a 0 no Santiago Bernabéu, resultado que diminuiu a vantagem do time na ponta do Campeonato Espanhol. Quando o meia Arjen Robben pensou que tinha marcado um gol na metade do segundo tempo, muitos jogadores da equipe correram para comemorar próximo a bandeirinha de escanteio, apesar de o bandeirinha ter assinalado impedimento e o árbitro anulado o gol. O jogador do Getafe David Belenghuer cobrou rápido o impedimento e iniciou um ataque de quatro contra dois, que terminou com o gol do atacante nigeriano Ikechukwu Uche. Essa foi a primeira derrota do Real em casa nessa temporada. "Eles marcaram um gol contra a gente como se fosse um jogo para crianças de quatro anos", disse o meia do Real Guti. "Não podemos perder um jogo dessa forma." O diretor-esportivo do Real, Predrag Mijatovic, disse que o árbitro deveria ter parado o lance. "O árbitro deveria ter parado o lance porque nós tínhamos muitos jogadores comemorando. Talvez, nessas circunstâncias, ele deveria ter parado a jogada", disse ele ao Canal Plus. A derrota diminuiu a vantagem do Real Madrid para o vice-líder Barcelona para dois pontos, após a goleada dos catalães por 5 a 1 sobre o Levante, no Camp Nou. O Real tinha vantagem de nove pontos no final de janeiro, mas desperdiçou a diferença com três derrotas nos últimos quatro jogos do Espanhol, enquanto o Barça parece ter encontrado seu ritmo.

Tudo o que sabemos sobre:
Campeonato EspanholReal Madrid

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.