Real Madrid lidera ranking de clubes mais ricos do mundo

Ingleses, porém, dominam o topo da lista, com Manchester United, Arsenal e Chelsea entre os cinco primeiros

REUTERS

13 de fevereiro de 2008 | 12h32

O Real Madrid manteve a posição como clube mais rico do mundo e o Barcelona é o terceiro, enquanto os ingleses subiram e ocupam três dos cinco primeiros postos da classificação, segundo uma pesquisa anual da consultora Deloitte, que será divulgado nesta quinta-feira. O Manchester United subiu dois lugares e é o segundo na última "Liga do Dinheiro no Futebol" sobre os principais 20 clubes de futebol em termos de recursos. Arsenal e Chelsea, ambos de Londres, também avançaram, para quarta e quinta colocações, respectivamente, enquanto o Barça caiu um lugar, para terceiro, afirmou a Deloitte. "É a primeira vez que um país tem três clubes nos top cinco da Liga do Dinheiro", disse Dan Jones, sócio do Grupo de Negócios Esportivos da Deloitte. "A mudança do Arsenal para o estádio Emirates transformou as receitas, enquanto o aumento das do Chelsea devolve o clube aos top cinco." O Real Madrid, que ganhou a Liga espanhola na temporada passada, viu sua receita crescer 20 por cento, para 351 milhões de euros durante a temporada 2006/07, enquanto o Manchester, vencedor na Inglaterra, teve receita de 315 milhões de euros, disse a Deloitte. Entre os 20 clubes há seis ingleses, quatro alemães e italianos, três espanhóis, dois franceses e um escocês.

Tudo o que sabemos sobre:
Real Madridlistasnegócios do futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.