Villar Lopez/EFE
Villar Lopez/EFE

Real Madrid sofre, mas bate o lanterna e se garante na liderança do Espanhol

Vitória por 3 a 1 garantida nos minutos finais teve lesão gravíssima de zagueiro do Osasuna

Estadão Conteudo

11 Fevereiro 2017 | 20h22

O Real Madrid encontrou dificuldades, mas conseguiu vencer o lanterna Osasuna por 3 a 1, neste sábado, fora de casa, pela 22ª rodada do Campeonato Espanhol. Mesmo com dois jogos a menos do que o Barcelona, o time de Cristiano Ronaldo lidera a competição com 49 pontos, um mais do que o arquirrival. O Osasuna está em último, com 20.

O duelo teve um sabor especial para os zagueiros Sergio Ramos e Nacho Fernández. O primeiro completou 500 jogos com a camisa do Real Madrid e o outro, revelado nas categorias de base do clube, 100.

Em campo, a partida começou com uma daquelas jogadas assustadoras de se ver. Aos 12 minutos, o zagueiro Tano Bonnin dividiu com Isco e levou a pior, fraturando a perna direita. O jogador recebeu atendimento médico e deixou o gramado de maca sob aplausos dos torcedores e consternação dos atletas que ficaram em campo.

As equipes seguiram em duelo equilibrado. O Osasuna levava até um pouco mais de perigo até que Cristiano Ronaldo recebeu belo passe de Benzema, invadiu a área e bateu cruzado para abrir o marcador aos 23 minutos do primeiro tempo.

Com a torcida a seu favor, o Osasuna não se abateu e conseguiu deixar tudo igual aos 31, em um rápido contra-ataque. León recebeu belo lançamento nas costas da zaga e, livre na cara do gol, tocou com categoria por cobertura na saída de Navas. Na sequência, Beringuer quase conseguiu a virada com um golaço. Do meio-campo, ele viu o goleiro do Real adiantado e arriscou. Navas voltou correndo e fez a defesa.

O Osasuna voltou melhor para a segunda etapa e teve mais uma ótima chance de ficar à frente do marcador. Romero recebeu na direita, cortou Marcelo e mandou uma bomba. Navas precisou se esticar no canto e mandou para escanteio.

O Real, no entanto, respondeu com melhor pontaria e marcou o segundo. Aos 19, Benzema recebeu na área e se enrolou com o zagueiro. Isco aproveitou a sobra e bateu cruzado para deixar os visitantes em vantagem no placar.

Os anfitriões sentiram um pouco o gol e chegaram a criar mais uma oportunidade, aos 32, em chute de León, que Navas defendeu. Nos acréscimos, o Real sacramentou a vitória. Marcelo tocou para Cristiano Ronaldo, que abriu as pernas e deixou a bola passar para Lucas Vázquez. O espanhol invadiu a área e deu um toque por cima do goleiro.

O Real Madrid agora volta as suas atenções para a Liga dos Campeões. Na quarta-feira, às 17h45 (horário de Brasília), receberá o Napoli no duelo de ida das oitavas de final. Pelo Espanhol, o time jogará no próximo sábado, contra o Espanyol, em casa. O Osasuna jogará um dia depois, contra o Celta de Vigo, fora.

Mais conteúdo sobre:
Futebol Internacional futebol Real Madrid

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.