Real Madrid sofre nova derrota em tentativa de reverter eliminação da Copa do Rei

O Tribunal Administrativo do Esporte, órgão vinculado ao Ministério do Esporte da Espanha, rejeitou nesta sexta-feira o recurso do Real Madrid para suspender, através de medida cautelar, a sua eliminação da Copa do Rei pela escalação de um jogador que estava em condição irregular.

Estadão Conteúdo

11 de dezembro de 2015 | 14h26

"Madrid continua penalizado, ainda está eliminado", afirmou um dos membros do tribunal, sob condição de anonimato, em função da política da corte, à Associated Press, confirmando que o Real Madrid continua fora da competição.

O gigante espanhol foi eliminado ainda na sua fase de estreia na competição por escalar Denis Cheryshev na vitória por 3 a 1 sobre o Cádiz, no jogo de ida da série, disputado em 2 dezembro, fora de casa.

Cheryshev precisava cumprir um jogo de suspensão por acúmulo de cartões amarelos na última temporada, quando defendia o Villarreal, cedido por empréstimo pelo Real Madrid, mas mesmo assim foi aproveitado no confronto.

A partida de volta estava programada para ser jogada na próxima semana, com o Real, inclusive, tendo iniciado a venda de ingressos para o confronto. Inicialmente, o clube recorreu da punição imposta pela Real Federação Espanhola de Futebol, que confirmou a decisão de eliminar a equipe na última quinta-feira através do seu comitê de apelações.

Anteriormente, o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, disse que a pena de exclusão da Copa do Real não era aplicável ao clube porque Cheryshev não havia sido notificado pessoalmente sobre a suspensão, que ocorreu quando o jogador estava emprestado ao Villarreal. O clube, porém, segue sem ter sucesso nas tentativas de seguir na disputa da Copa do Rei.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do ReiReal Madrid

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.