Real Madrid vê vantagem em grupo difícil na Liga

Grupo H tem ainda o BATE Borisov, de Belarus; Juventus, da Itália; e Zenit São Petersburgo, da Rússia

EFE

28 de agosto de 2008 | 21h37

O Diretor esportivo do Real Madrid, Pedja Mijatovic, declarou, após conhecer o resultado do sorteio dos grupos da Liga dos Campeões, que a chave em que está o clube espanhol é difícil, mas ajuda o time a começar forte na competição.   Veja também: Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão   O Real Madrid está no grupo H ao lado do BATE Borisov, de Belarus, da Juventus, da Itália, e do Zenit São Petersburgo, da Rússia.   Para Mijatovic, a Juventus, que a princípio é o adversário mais complicado, "é uma grande equipe, que sempre leva perigo e chega com vontade, por não ter competido no ano passado".   Ainda analisando os rivais da chave, Mijatovic diz que o Zenit "é a equipe da moda".   "Eles ganharam a Copa da Uefa e vão disputar a Supercopa. É um time perigoso e com jogadores de muita qualidade", disse o diretor esportivo do clube espanhol.   Já o BATE Borisov "é um time modesto, que é preciso respeitar, pois todos podem surpreender", disse Mijatovic, que também alertou para o fato de que o Real não pode perder pontos no início do torneio, já que "pode ser difícil recuperá-los".   No entanto, o diretor esportivo afirmou que "neste tipo de sorteio, na competição mais importante do futebol de clubes, no se pode fazer previsões".   "Para ganhar a Liga dos Campeões é preciso derrotar os melhores", destacou Mijatovic.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.