Real Madrid vive "crise tolerável"

O Real Madrid vive sua primeira "crise tolerável" na temporada de 2002-03. A constatação foi feita nesta sexta-feira por Jorge Valdano, ex-jogador, ex-treinador e atual diretor de futebol do clube. Em entrevista à tevê Antena 3, de Madri, o dirigente admitiu que os resultados recentes não são aqueles que se esperava, mas não faz dos tropeços um cavalo de batalha."Perdemos um jogo e empatamos outros, só isso", ponderou o dirigente argentino. "Também o fato de termos nomes de peso faz com que fique um pouco mais difícil cada partida", observou Valdano, para sair em defesa de seus jogadores. "Dizem que o time está atuando com soberba, o que não é verdade. Os atletas se dedicam ao trabalho na maior parte do ano e têm senso de profissionalismo."Valdano não concorda também com as críticas feitas à defesa. Em sua opinião, os zagueiros ficam mais expostos porque o time tem forte vocação para o ataque. O dirigente voltou a pedir paciência com Ronaldo, "que ainda levará algum tempo para atingir a forma ideal". E ainda reconheceu que o tratamento dado a Morientes, titular antes da chegada do atacante brasileiro, causou certo mal-estar entre os atletas. Morientes vivia boa fase, mas agora se tornou apenas opção no banco de reservas para o técnico Vicente del Bosque e se sente desprestigiado.O Real Madrid volta a campo neste sábado, na abertura da sexta rodada, e o desafio é o Villarreal. Ronaldo está confirmado como titular e devem voltar Figo e Raúl, que ficaram fora do jogo com o AEK, na terça-feira, pela Liga dos Campeões. O Real tem 11 pontos, cinco a mais do adversário, em que jogam os brasileiros Marcos Senna e Belletti.Por causa de compromissos em competições européias na próxima semana - haverá rodada da Copa da Uefa e da Liga dos Campeões -, outras cinco partidas foram antecipadas para sábado. O Celta, em segundo lugar com 13 pontos, recebe o Atlético Madrid, que tem 7 e está em 13º lugar. O atual campeão Valencia (11 pontos) atua em casa contra o Athletic Bilbao, que tem 5, está em 17º e procura fugir da zona de rebaixamento.O Betis (9) teoricamente tem tarefa menos complicada, mesmo ao jogar fora de casa. O adversário é o Recreativo Huelva, promovido este ano e que é lanterna, com 1 ponto e candidato a voltar para a Série B. O Barcelona vai bem na Liga dos Campeões, em que já está classificado após quatro vitórias, tem 8 no Campeonato Espanhol e joga em seu campo com o Alavés (5). O Rayo Vallecano (8) hospeda o Deportivo La Coruña (9).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.