Real passa pelo Racing e fica mais perto do bi na Espanha

Com a vitória por 2 a 0, time de Robinho abre 10 pontos de vantegem sobre o vice-líder Villarreal

EFE

20 de abril de 2008 | 16h56

O Real Madrid conquistou neste domingo um importante resultado rumo ao bicampeonato espanhol ao vencer o Racing por 2 a 0 em Santander, pela 33.ª rodada, e abrir dez pontos de vantagem na liderança. O resultado deixou o time de Robinho com 72 pontos - dez à frente do Villarreal, que tomou a vice-liderança do Barcelona ao superar o Valladolid por 2 a 0, em casa. Apesar da derrota, o Racing segue em quinto, com 53 pontos.  Veja também: Classificação e resultados A equipe da capital ficou com vantagem no placar aos 13 minutos, em seu primeiro ataque na partida, com Raúl concluindo rasteiro ao fundo das redes de Toño após tabela entre o holandês Sneijder e o brasileiro Robinho. O argentino Higuaín, livre de marcação, ampliou nos acréscimos do segundo tempo. Para ser campeão na semana que vem, a equipe da capital precisa superar o Athletic de Bilbao no Santiago Bernabéu e torcer para que Villarreal e Barcelona não vençam Betis e Deportivo La Coruña, respectivamente - o detalhe é que ambos jogam fora de casa.  Mais cedo, o Villarreal bateu o Valladolid, atuando em El Madrigal, e recuperou a segunda posição na tabela. Aos 15 minutos de jogo, o turco Nihat abriu o placar em chute cruzado. No início do segundo tempo, Carzola ampliou para a equipe do volante brasileiro naturalizado espanhol Marcos Senna, que chegou aos 62 pontos. O Valladolid aparece em 16º lugar, com 39 pontos.  Quem se deu mal com este resultado foi o Barcelona, que não passou de um empate sem gols sábado com o Espanyol no clássico da cidade, no Camp Nou, e se complicou.  A melhor chance do Barça no primeiro tempo foi aos nove minutos, com Xavi chutando uma bola que passou perto do travessão. Na etapa final, a equipe até tentou abrir o placar, mas esbarrou nas boas defesas do goleiro camaronês Kameni - muitas delas em chutes do camaronês Samuel Eto'o.  O Barça está com 61 pontos. Após o jogo, alguns torcedores insultaram os dirigentes presentes à tribuna de honra do estádio, e não se sabe se haverá novas manifestações na partida de quarta com o Manchester United, pela ida da semifinal da Liga dos Campeões.  Já o Atlético de Madri complica suas chances de classificação à Liga dos Campeões. A equipe segue em quarto, com 54 pontos, mas os adversários estão mais próximos.  O time da capital espanhola, que conta com os brasileiros Cléber Santana e Fabiano Eller, ainda perdeu o atacante português Simão Sabrosa e o meia José Antonio Reyes, que se machucaram e desfalcam a equipe por pelo menos duas semanas.  Simão sofreu uma ruptura fibrilar na coxa direita, enquanto Reyes tem uma lesão muscular no mesmo local. No outro jogo de sábado, o Zaragoza goleou o Recreativo Huelva por 3 a 0, com dois do atacante brasileiro Ricardo Oliveira, e manteve vivas suas chances de escapar do rebaixamento.  Atualizado às 18h57

Tudo o que sabemos sobre:
Campeonato EspanholReal Madrid

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.