Juan Carlos Cardenas/EFE
Juan Carlos Cardenas/EFE

Real perde e fica a cinco pontos de Barcelona e Atlético de Madrid

Villarreal faz 1 a 0 e deixa merengues mais distantes dos líderes

Estadão Conteúdo

13 de dezembro de 2015 | 20h05

Depois que o Barcelona tropeçou ao empatar contra o La Coruña no sábado, o Real Madrid se inflou de esperanças para encostar na ponta do Campeonato Espanhol. No entanto, o time merengue acabou derrotado pelo Villarreal por 1 a 0, neste domingo, fora de casa, e viu a equipe catalã - junto do Atlético de Madrid - aumentar a diferença para cinco pontos.

Após 15 rodadas, o Real Madrid ficou nos 30 pontos, ainda na terceira colocação, mas cada vez mais distante dos arquirrivais. O Villarreal ainda não faz parte desta disputa, mas sonha em chegar mais perto dela, pois foi a 27 pontos, em quinto lugar.

O único gol da partida aconteceu ainda aos nove minutos do primeiro tempo. O meia Modric, do Real Madrid, deu bobeira na intermediária e perdeu a bola. Bakambu, que ficou com a sobra, encontrou Soldado que, na cara do goleiro, não perdoou o clube pelo qual foi revelado.

Em desvantagem no placar na maior parte do tempo, o Real mostrou pouca força para reagir e viu o Villarreal também desperdiçar chances de ampliar. Com os laterais Danilo e Marcelo e o volante Casemiro como titulares, o time madrilenho ainda amargou um Cristiano Ronaldo apagado e pouco inspirado em campo.

As duas equipes voltam a campo no meio da semana pela segunda fase da Copa do Rei e precisam reverter as derrotas sofridas nos jogos de ida. Enquanto o Real Madrid encara o Cádiz após ter levado 3 a 0, o Villarreal enfrenta o Huesca, que venceu a primeira partida por 3 a 2.

Ameaçado pelo desempenho irregular na atual temporada, o técnico Rafa Benítez precisa recolocar o Real na trilha das vitórias. Na sequência do Espanhol, no próximo domingo, o time merengue encara o Rayo Vallecano precisando vencer e fica na torcida por tropeços de Barcelona e Atlético de Madrid.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.