Real poupa estrelas e fica no empate

Sem algumas de suas estrelas, o Real Madrid não é o mesmo. Neste domingo, não passou de um empate sem gols contra o desesperado Villarreal, fora de casa. Apenas três galáticos estavam em campo: Beckham, Owen e Ronaldo. Os outros craques não jogaram por uma opção do técnico Mariano García Raemón, que preferiu poupá-los para a partida decisiva diante da Roma, quarta-feira, pela última rodada da primeira fase da Liga dos Campeões - o Real precisa vencer para se classificar. Raemón só não abriu mão de um ataque gabaritado, mas nem isso foi suficiente para passar pelo Villarreal. Com apenas três galáticos ficou provada toda a fragilidade do Real Madrid. O time foi sufocado durante os 90 minutos e só não perdeu porque o goleiro Casillas estava em um de seus dias inspirados, pegando tudo.O Real criou apenas duas chances no jogo inteiro. Uma com Beckham, em cobrança de falta, e a outra com o Ronaldo, que demorou para finalizar, livre, dentro da área do Villarreal."Não jogamos bem e nem criamos um grande número de oportunidades, mas pelo trabalho dos jogadores estou satisfeito", disse o técnico García Raemón.Com esse tropeço, o Real Madrid vai se acostumando a conviver com a sombra dos times de Barcelona. Não bastasse aturar o Barça, seu maior rival, disparado na liderança com 35 pontos, agora a equipe madrilenha divide a segunda colocação (26 pontos) com o Espanyol, outro clube catalão, que neste domingo derrotou o Zaragoza, fora de casa, por 1 a 0 - gol de Tamudo.Em Sevilha, Júlio Baptista foi mais uma vez destaque na vitória do Sevilla, sobre o Athletic de Bilbao (2 a 0) - ele fez o primeiro gol. Carlitos completou o placar.Outros resultados: Levante 0 x 0 Getafe, Racing 2 x 2 La Coruña, Mallorca 3 x 2 Numancia, Atlético de Madrid 3 x 2 Osasuna.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.