Real propõe rescisão unilateral do contrato de Robinho

Clube se irrita com pronunciamento do brasileiro neste domingo, que reiterou desejo de jogar no Chelsea

EFE,

31 de agosto de 2008 | 10h47

O Real Madrid propôs neste domingo rescindir unilateralmente o contrato no atacante brasileiro Robinho, que mais cedo, em entrevista coletiva convocada por ele mesmo, reiterou seu desejo de deixar o clube espanhol e se transferir para o Chelsea, da Inglaterra, comandado por Luiz Felipe Scolari.Veja também: Robinho ataca técnico do Real e diz ter a 'cabeça no Chelsea'Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoEm comunicado, o Real lamenta a atitude de Robinho, que se pronunciou pouco antes de uma partida oficial do time, quando toda a atenção deveria estar voltada para o confronto. "Ele ignorou totalmente este critério", afirma na nota o time espanhol.O Real estréia neste domingo fora de casa no Campeonato Espanhol. O jogo contra o La Coruña está marcado para as 16 horas (de Brasília).O clube da capital espanhola também lamentou profundamente o comportamento dos dirigentes do Chelsea, que mesmo sabendo do desejo do Real de não vencer o jogador continuaram tentando seduzir o atleta."Os gestos e manifestações chegaram ao extremo de vencer camisetas do jogador no site oficial do clube. Tudo isso complicou ainda mais a situação e confundiu a opinião pública", diz o comunicado.Em sua entrevista coletiva, além de falar que quer ir para o Chelsea, Robinho não poupou criticas ao treinador do Real, Bernd Schuster.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.