Real x Manchester terá audiência de Copa

A partida entre os supertimes do Real Madrid e Manchester United, válida pelas quartas-de-finais da Liga dos Campeões da Europa, deverá atrair nesta terça-feira, às 15h45, a atenção de cerca de 90 milhões de pessoas em todo o mundo, que esperam para ver no campo do Santiago Bernabeu um desfile de estrelas com a presença de Ronaldo, Figo, Zidane, Roberto Carlos, Barthez e Beckham. No Brasil, a transmissão será da ESPN Internacional. O próprio técnico do time inglês, Sir Alex Ferguson, afirmou, nesta segunda-feira em Madri, que o jogo desta terça poderá render mais emoções do que várias finais de Copa do Mundo já realizadas. Segundo ele, a Liga dos Campeões está acima do Mundial em termos técnicos, já que os melhores jogadores do mundo atuam no continente europeu. Segundo informou a Uefa à Agência Estado, o jogo será transmitido para cerca de 198 países e deverá ter a audiência comparada a um jogo da Copa do Mundo. Durante o Mundial de 2002, a partida entre Coréia do Sul e Itália, por exemplo, teve a audiência de 23 milhões de italianos. O jogo entre Brasil e Bélgica levou para a televisão cerca de 50 milhões de brasileiros, segundo número oficiais da Fifa. Na Espanha, o confronto entre os times de Ronaldo e de Beckham deve atrair a atenção de pelo menos 8 milhões de pessoas. A Uefa lembra que, no jogo entre a Espanha e a Irlanda, pela Copa de 2002, a audiência no território espanhol chegou a 11 milhões de pessoas. E não é para menos o interesse de tantas pessoas pela partida. Juntos, os dois times já conquistaram 11 vezes o torneio europeu. Juntos, o Real e o Manchester acumulam um orçamento anual de quase US$ 350 milhões por ano. Juntos, emprestam jogadores para mais de 12 seleções nacionais, inclusive as do Brasil, Argentina, Inglaterra, Portugal, França, Uruguai e Holanda. Para a partida desta terça-feira, o Manchester não poderá contar com o argentino Verón. Já o Real foi beneficiado de uma decisão da Fifa de suspender o lateral Roberto Carlos apenas de seus jogos pela seleção brasileira, após ter agredido o juiz do amistoso entre Brasil x Portugal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.