Reasco tem volta confirmada à lateral-direita são-paulina

Jogador equatoriano volta aos gramados depois de seis meses fora devido a uma fratura na tíbia

Guilherme Carvalho, Jornal da Tarde

05 de fevereiro de 2008 | 19h08

Depois de seis meses fora dos gramados devido a uma fratura na tíbia, o lateral-direito Reasco está garantindo no time titular que encara o São Caetano, na quinta-feira, no Morumbi. O jogador foi confirmado por Muricy Ramalho como o substituto do suspenso Joilson. "Ele vai para o jogo. Até porque está há muito tempo sem jogar e precisa ganhar ritmo", explicou o técnico.   Veja também:  São Paulo treina finalizações para acabar com a falta de gols   Reasco se contundiu em agosto do ano passado, durante partida contra o Botafogo, no Maracanã, pelo Brasileirão. A contusão foi causada por uma entrada dura do lateral adversário Luciano Almeida - que meses depois sofreu uma grave lesão no tornozelo. Com tanto tempo sem jogar, o jogador sabe que precisará de apoio dos companheiros para compensar a falta de ritmo de jogo.   "Precisamos conversar bastante com ele", comentou o zagueiro André Dias. "Mas o problema é que é difícil de entender o que ele fala. Tem que ser por sinal ou então a gente tenta falar espanhol. Ele já me ensinou a falar ‘cerrar’ ao invés de fechar, porque senão ele não entende. O cara é tão folgado que é a gente que tem de aprender espanhol", brinca o zagueiro.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCReascoPaulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.