Rebaixado, Internacional terá de recuperar prestígio em 2017

Clube completará 108 anos e disputará a Série B pela primeira vez

Marcio Dolzan, O Estado de S. Paulo

11 de dezembro de 2016 | 19h56

Em 2017, o Inter viverá uma situação inédita em sua história. O clube completará 108 anos em abril e disputará a Série B pela primeira vez. A maior perda será de prestígio, já que o clube era um dos últimos do País a nunca ter sido rebaixado à Série B - agora, somente Santos, Flamengo, São Paulo e Cruzeiro detêm esse feito.

Financeiramente, o Internacional deverá ter pouco prejuízo, e será de longe o de melhor poder econômico entre os times que disputarão a competição. Apenas o contrato com a Nike prevê diminuição de valores em caso de queda. Os contratos com a TV preveem estabilidade, e o clube tem um quadro social sólido.

Assim, é possível que o elenco na Série B seja muito próximo de um de Série A. Do time que sucumbiu em 2016, quase todos os jogadores tem contrato para a próxima temporada. Apenas Vitinho precisa de renovação. O time também poderá ter o retorno de D'Alessandro. Emprestado ao River Plate até o fim deste ano, ele tem vínculo com o Internacional até o fim de 2017.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.