Rebaixado, Oeste recorre ao STJD

A diretoria do Oeste entrará com recurso nesta terça-feira no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro, contra a perda dos 12 pontos no Campeonato Paulista. O prazo de três dias úteis para que o clube entre recurso acaba justamente nesta terça. Se o time de Itápolis perder na terceira instância, a decisão não poderá ser revogada. Dentro de campo, a punição já determinou o rebaixamento do time para a Série A2 em 2005.Ainda revoltado com a decisão do Tribunal de Justiça da Federação Paulista, o dirigente Mauro Guerra tem evitado fazer declarações e dar entrevistas. Mas garantiu que está confiante para o julgamento: "A expectativa é muito boa", disse.O presidente afirmou que os advogados Alexandre Rodrigues e José Carlos Rodrigues, que defenderam o time no julgamento passado, já foram substituídos. "Vamos ter outros advogados, mas vamos manter em sigilo à princípio". A idéia é contratar um advogado que já atue em casos no STJD do Rio.Caso o STJD confirme a decisão desfavorável, o clube estará definitivamente rebaixado para o Paulista Série A-2. Após a derrota para o Palmeiras, o time não ficou a sete pontos do União São João, que empatou em Campinas com o Guarani e somou seu primeiro ponto na competição.O Oeste perdeu os 12 pontos por ter escalado irregularmente os jogadores Adão, Daniel e Marcelo Santos nas derrotas para Santos (1 a 0) e São Caetano (3 a 1). Em primeira instância, o time de Itápolis perdeu por 2 votos a 1. Na segunda instância, na votação do recurso, foi derrotado por unanimidade (9 a 0).

Agencia Estado,

01 de março de 2004 | 17h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.