Adam Dvay/Reuters
Adam Dvay/Reuters

Rebecca Welch será a primeira mulher a apitar jogo de futebol profissional na Inglaterra

Aos 37 anos, ela vai comandar partida da quarta divisão masculina na próxima segunda-feira entre Harrogate Town e Port Vale

Redação, Estadão Conteúdo

30 de março de 2021 | 15h16

O futebol na Inglaterra terá nos próximos dias um acontecimento para entrar na história. Rebecca Welch vai se tornar a primeira mulher a apitar um jogo de futebol profissional masculino no país. O anúncio foi feito nesta terça-feira pela EFL (English Football League, em inglês), que comanda as três divisões inferiores à elite inglesa.

Aos 37 anos, Rebecca Welch, que faz parte do quadro da Fifa, vai apitar o duelo entre Harrogate Town e Port Vale, pela League Two (quarta divisão), na próxima segunda-feira. Ela já dirigiu jogos masculinos na National League (quinta divisão, que é semiprofissional), bem como partidas femininas de elite, como a final da Copa da Inglaterra em 2017, mas agora estabelecerá uma nova marca para árbitras no futebol inglês.

"Estou ainda assimilando tudo. Soube no sábado e ainda não voltei à Terra. Estou muito feliz por me terem dado esta oportunidade e muito entusiasmada. Não pensei que fosse apitar um jogo na League Two quando decidi entrar na arbitragem aos 11 anos", disse Rebecca Welch, em entrevista à TV inglesa Sky Sports.

"Isso mostra que há uma oportunidade real para as meninas que estão se perguntando se devem apitar ou não. Estou muito orgulhosa", completou, desta vez em declaração publicada no site da EFL.

Embora Amy Fearn tenha se tornado a primeira mulher a arbitrar um jogo da EFL, substituindo um árbitro que se machucou no segundo tempo de uma partida da Championship (segunda divisão) em 2010, Rebecca Welch é a primeira mulher a obter uma nomeação oficial.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato Inglês de Futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.