Rebelo exige Teixeira no relatório

O presidente da CPI da CBF/Nike, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), disse que não vai permitir a retirada do nome do presidente da CBF, Ricardo Teixeira, do relatório final da comissão. "Retirar o doutor Ricardo Teixeira do relatório é como tirar o Cristo da Santa Ceia. Ou seja, ele é a principal personalidade do relatório. Ele foi a principal personalidade investigada pelo relatório, ao lado da entidade que preside. Portanto não há hipótese do senhor Ricardo Teixeira sair do relatório da comissão", garantiu o parlamentar, tentando resistir às pressões da ?bancada da bola?, que luta para livrar o presidente da CBF.Para Rebelo, a Confederação Brasileira de Futebol "montou uma manobra" para anunciar o nome de Luiz Felipe Scolari como técnico da seleção brasileira "justamente aqui em Brasília, pela primeira vez". Na avaliação do presidente da CPI, a escolha da data e do local para a confirmação do substituto de Emerson Leão foi uma tentativa de esvaziar o resultado da CPI, já que o relatório também estava programado para ser votado hoje, mas foi adiado para amanhã."A demissão de Leão foi precipitada", avaliou Rebelo, que, acobertado pelo Regimento Interno da Câmara dos Deputados, encerrou a sessão para que os parlamentares fossem ao plenário participar da Ordem do Dia. Em outras vezes, quando era instalada a Ordem do Dia, Aldo Rebelo ignorava o regimento e prosseguia normalmente as audiências da CPI.

Agencia Estado,

12 de junho de 2001 | 17h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.