Lukas Barth/EFE
Lukas Barth/EFE

Receita dos clubes das 2 primeiras divisões da Alemanha supera os R$ 16 bilhões

Sozinhos, times da primeira divisão geraram R$ 13,56 bilhões; lucro, no entanto, foi menor que na última temporada

Estadão Conteúdo

15 de fevereiro de 2018 | 14h42

A receita dos principais clubes do futebol alemão segue em crescimento. Nesta quinta-feira, a Liga de Futebol da Alemanha (DFL, na sigla em alemão) anunciou que as receitas das 36 equipes que disputam as duas primeiras divisões do país superou a marca dos 4 bilhões de euros (cerca de R$ 16,1 bilhões) na temporada 2016/2017, a 13ª consecutiva em que houve aumento no faturamento.

+ Mais notícias do Campeonato Alemão

+ Veja a tabela do Campeonato Alemão

De acordo com a liga, a elevação da receita foi de 4,2% em relação ao período anterior. Além disso, 14 dos times que jogam na elite do futebol alemão geraram valores superiores aos 100 milhões de euros (R$ 402 milhões) na temporada passada.

Sozinha, a primeira divisão alemã teve receita de 3,37 bilhões de euros (R$ 13,56 bilhões), mais do que os 3,24 bilhões de euros (R$ 13,03 bilhões) da temporada 2015/2016. A segunda divisão gerou receita recorde de 635,2 milhões de euros (R$ 2,555 bilhões), 4,4% a mais do que o exercício anterior.

De acordo com o balanço apresentado nesta quinta, dos 18 clubes da elite alemã, apenas Hertha Berlin e Hamburgo tiveram prejuízo na última temporada. "Nós somos a liga com o segundo mais alto volume de negócios no mundo. Em suma, a liga é totalmente saudável", afirmou Christian Seifert, chefe-executivo da liga alemã.

No total, os clubes da duas primeiras divisões de Alemanha registraram lucros após a dedução de impostos de 150 milhões de euros (R$ 603 milhões), abaixo dos 206 milhões de euros (R$ 829 milhões) da temporada anterior.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolcampeonato alemão de futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.