Recife tem 30% da chuva do mês em algumas horas em dia de jogo

Tempestade colocou jogo entre Estados Unidos e Alemanha em risco, mas o confronto acabou ocorrendo de forma normal

Daniel Batista e Jamil Chade, O Estado de S. Paulo

26 de junho de 2014 | 11h07

Em 24 horas – das 11 horas desta quarta até às 11 horas desta quinta-feira – choveu 122 milímetros na região metropolitana do Recife, o equivalente a 30% do total previsto para todo o mês de junho. A informação, do setor de meteorologia da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), é considerada "normal" no período de chuvas, quando elas costumam ocorrer, de forma  intensa e em curto espaço de tempo, pelo menos uma vez ao ano. 
 
No balanço da Defesa Civil do Recife, foram 110 milímetros de chuva em seis horas – das 4 às 10 horas desta manhã, ou 28% das chuvas esperadas em todo o mês. Da meia-noite às 10 horas desta quinta, foram registradas 70 ocorrências na capital. Entre elas deslizamentos de barreiras e solicitação de vistorias, além de alagamentos em áreas próximas a canais que transbordaram como no bairro da Linha do Tiro, na zona norte. Não houve registro de vítimas.
 
" STYLE="FLOAT: LEFT; MARGIN: 10PX 10PX 10PX 0PX;
Muita gente teve suas casas alagadas pela água em bairros como Cordeiro, na zona oeste da cidade. Mas quem mora em prédios também foi afetado. A empresária Elk Barreto Silva foi uma delas. Ela mora no décimo-quarto andar de um edifício no bairro de Boa Viagem, na zona sul. "Além do elevador ter parado porque entrou água no poço, quem ousa sair, tem de andar com água cobrindo as pernas", disse ela, contrariada pela impossibilidade de participar do último dia do projeto "Brasil Orgânico Sustentável", que acontece nas cidades-sede dos jogos da primeira fase do Mundial.

Representante da cachaça orgânica Sanhaçu, fabricada no município de Gravatá, no agreste, ela estima ter perdido cerca de R$ 1 mil – a média diária de vendas. A empresa oferecia seus produtos em contêiner instalado no bairro do Recife Antigo, em que dividia o espaço com outros produtores orgânic
 os de todo o País. “O projeto atraiu muito gente, as vendas vinham sendo muito boas”, disse ela. No Recife, foi realizado entre 20 e 26 deste mês. 
Com ruas alagadas, o trânsito na cidade ficou complicado. A situação não se mostrou ainda pior devido ás férias escolares e à folga do funcionalismo público em dia de jogos na Arena Pernambuco. Por falar em Mundial, a Copa também foi afetada pelas chuvas e o jogo entre Estados Unidos e Alemanha, que aconteceu nesta quinta-feira, poderia ter sido adiado.
 
A previsão da meteorologia é de manutenção da ocorrência das chuvas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.