Rodrigo Fatturi / Grêmio FBPA
Rodrigo Fatturi / Grêmio FBPA

Recuperado, Bressan treina e deve reforçar formação reserva do Grêmio contra Fla

Defensor superou problema muscular na coxa direita, que o fez sair de campo durante o empate por 1 a 1 com a Chapecoense

Estadão Conteúdo

03 Agosto 2018 | 14h12

O zagueiro Bressan mostrou nesta sexta-feira que está recuperado de uma lesão sofrida no último final de semana, em jogo contra a Chapecoense, ao treinar normalmente pela manhã, no CT Luiz Carvalho, no último trabalho de preparação do Grêmio para enfrentar o Flamengo, neste sábado, às 19 horas, em Porto Alegre, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

+ Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

O defensor superou um problema muscular em sua coxa direita, que o fez deixar o campo durante o empate por 1 a 1 com a equipe catarinense, em Chapecó, no confronto válido pelo Brasileirão. Agora, porém, provou estar bem para ser escalado em uma provável formação quase toda reserva que será mandada a campo pelo técnico Renato Gaúcho.

O treinador vai poupar a grande maioria dos titulares visando o duelo da próxima terça-feira, contra o Estudiantes, na Argentina, pelas oitavas de final da Copa Libertadores. Um sinal claro disso é que apenas o capitão Maicon e o lateral Bruno Cortez, do time hoje considerado titular, participaram do rachão desta sexta.

Já Everton e Léo Moura realizaram uma corrida leve em volta do gramado e Marcelo Grohe trabalhou em separado com o preparador de goleiros Rogério Godoy. Este trabalho foi fechado para a imprensa, mas o site oficial do Grêmio confirmou estas informações e divulgou as formações das equipes testadas no treinamento.

Com seus titulares sendo preservados, o Grêmio deve ser escalado neste sábado por Renato Gaúcho com Paulo Victor; Madson, Paulo Miranda, Bressan e Juninho Capixaba; Jailson, Thaciano, Marinho, Douglas e Pepê (Alisson); Hernane. Entre eles, Juninho deverá fazer a sua estreia com a camisa gremista após ser contratado por empréstimo junto ao Corinthians.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.