Patricia de Melo Moreira/AFP
Patricia de Melo Moreira/AFP

Recuperado da covid-19, Jorge Jesus volta ao Benfica e diz: 'Vocês não têm noção do que é sofrer'

Treinador afirma que quando testou positivo já estava com falta de ar e não conseguia falar

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de fevereiro de 2021 | 20h15

Após um período afastado do comando do Benfica por causa da covid-19, o técnico Jorge Jesus, ex-Flamengo, voltou ao banco nesta segunda-feira, quando o time superou o Famalicão por 2 a 0, pelo Campeonato Português. 

Na entrevista coletiva, o treinador de 66 anos falou sobre o afastamento. "Fiz uns 200, 300 testes, sempre dei negativo. Nunca positivo. Mas comecei a ficar doente. É um caso raro, como aliás sou raro em tudo. Quando descobriram, já estava com falta de ar. Não conseguia falar. Vocês não têm noção do que é sofrer", afirmou Jorge Jesus.

O treinador apontou o coronavírus como principal culpado pelo momento de instabilidade do Benfica. A equipe, que registrou diversos casos da doença, perdeu para o Sporting e empatou com o Vitória de Guimarães até vencer o Famalicão com gols de Darwin e Otamendi.

"O que aconteceu ao Benfica não tem nada a ver com técnica e tática. O Benfica foi contaminado durante 2 meses por uma doença que tirou força mental, união, fomos pagando a fatura", afirmou.

Além de Jorge Jesus, o Benfica teve o retorno do atacante Everton Cebolinha, que também ficou afastado da equipe por causa da covid-19.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.