Cesar Greco/Palmeiras
Cesar Greco/Palmeiras

Recuperado da covid-19, Luan treina no Palmeiras; Felipe Melo caminha sem muletas

Zagueiro era um dos 15 infectados pelo surto do novo coronavírus que atingiu o clube

Redação, Estadão Conteúdo

19 de novembro de 2020 | 18h20

Classificado para as semifinais da Copa do Brasil e embalado no Brasileirão, o Palmeiras teve boas notícias nesta quinta-feira. O zagueiro Luan voltou aos treinos, recuperado da covid-19, e pode reforçar o time diante do Goiás, no sábado. E o volante Felipe Melo postou um vídeo nas redes sociais caminhando sem o auxílio das muletas e prometendo voltar "muito antes" do previsto.

Luan era um dos 15 infectados pelo surto de covid-19 que atingiu o Palmeiras. Agora são 14 em recuperação do vírus. O clube ainda informou que Gustavo Scarpa contraiu o coronavírus pela segunda vez.

Com o retorno de Luan aos treinos, o Palmeiras deve ter a dupla de zaga titular diante do Goiás, no sábado. Ele não enfrentou o Ceará, na quarta-feira. O companheiro Gustavo Gomez ficou no banco de reservas após defender o Paraguai nas Eliminatórias, entrando apenas nos minutos finais da partida de quarta-feira contra o Ceará. Renan e Emerson Santos jogaram.

Agora o técnico Abel Ferreira deve resgatar a dupla titular no jogo com o lanterna, no qual o Palmeiras defenderá seu 10.° jogo de invencibilidade. Ganhar significa encostar no líder Atlético-MG.

Operado da fratura no tornozelo esquerdo há uma semana, o volante Felipe Melo postou um vídeo em suas redes sociais no qual caminha sem o auxílio das muletas, prometendo surpreender, voltando a campo ainda neste temporada. "Gratidão e milagre. O tempo de Deus é diferente do tempo do homem!", publicou o jogador de 37 anos na legenda do vídeo gravado pela esposa. Ainda usou hashtags para escrever: "grande coisas estão chegando" e "voltarei muito antes para a glória de Deus."

Felipe Melo está tão empolgado com a recuperação que até simulou tentar dar uma corrida. "Não inventa, não!", foi repreendido pela mulher.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.