Rubens Chiri/ São Paulo
Rubens Chiri/ São Paulo

Recuperado da covid-19, presidente do São Paulo deixa o hospital após 20 dias

Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, de 82 anos, chegou a ficar na UTI por causa da doença

Redação, Estadão Conteúdo

28 de setembro de 2020 | 20h49

O presidente do São Paulo, Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, se recuperou da covid-19 e recebeu alta do hospital Hcor nesta segunda-feira, após passar os últimos 20 dias internado. Com 82 anos, o dirigente está em casa, de onde seguirá trabalhando até o fim de seu mandato, no fim do ano. Como não pode concorrer à reeleição, em dezembro ele passa o bastão para Júlio Cazares ou Laudo Natel, os candidatos na eleição presidencial.

Leco passou 20 dias internado com a doença. Enquadrado no grupo de risco, ele viu a doença se agravar e foi parar na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), da qual recebeu alta há uma semana. Mesmo no hospital, jamais deixou de acompanhar tudo o que acontece no clube.

Num quarto do Hcor desde o dia 13, o presidente despachou documentos e acompanhou tudo o que se referia sobre a polícia são-paulina. Matará saudades do time logo em uma decisão da Libertadores. O São Paulo embarcou nesta segunda-feira para a Argentina, onde precisa ganhar do River Plate, na quarta-feira, para chegar na rodada final com chances de classificação às oitavas de final.

Leco passou mal no começo do mês, mas iniciou o tratamento do covid-19 em casa. A doença se agravou e ele teve de ser internado. Passou os últimos 20 dias no Hcor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.