Russell Cheyne/Reuters
Russell Cheyne/Reuters

Recuperado, David Silva reforça o City no clássico de Manchester

Pep Guardiola confirmou que o meia está liberado para o jogo depois de sofrer um problema muscular

Estadao Conteudo

08 de dezembro de 2017 | 13h10

O Manchester City terá o reforço de David Silva para o clássico diante do Manchester United, domingo, pelo Campeonato Inglês. O meia espanhol se recuperou de um problema muscular e estará em campo no Old Trafford, em jogo pela 16.ª rodada do Campeonato Inglês.

+ Confira tabela do Campeonato Inglês

"Ele vai jogar", confirmou o técnico Pep Guardiola nesta sexta-feira. "O médico me disse no início da semana que havia uma dúvida sobre a possibilidade de ele jogar, mas hoje, ele chegou e me disse que está se sentindo bem. Então, ele vai jogar."

David Silva foi desfalque na derrota de quarta-feira para o Shakhtar Donetsk, pela Liga dos Campeões. Ele havia sofrido uma lesão muscular ao marcar o gol que garantiu a vitória do City sobre o West Ham, no último domingo, ao se esticar todo para completar o lançamento de De Bruyne.

O curioso é que o técnico do Manchester United, José Mourinho, já havia previsto que o espanhol retornaria no clássico. Na última quarta-feira, o português acusou Guardiola de "blefar" sobre lesões antes de jogos importantes, apenas para criar mistério sobre a escalação de sua equipe, e garantiu que David Silva não tinha nenhum problema físico.

"No Manchester United, quando os jogadores estão lesionados é porque estão mesmo lesionados. Digo a verdade. Não há histórias como a de David Silva. Eles (City) têm uma organização fenomenal, nós somos mais humildes", disse na quarta, em tom irônico.

Se contará com David Silva, o City seguirá sem Benjamin Mendy e John Stones e viu o zagueiro Kompany e o meio-campista Delph virarem dúvidas. Kompany sofreu uma lesão, não revelada, antes do duelo com o Shakhtar, enquanto Delph ficou de fora do treino desta sexta graças a uma febre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.