Bruno Haddad/Cruzeiro
Bruno Haddad/Cruzeiro

Adilson Batista apresenta melhora e deixa UTI após enfarte: 'Nova chance na vida'

Técnico precisou realizar dois cateterismos em decorrência do problema cardíaco, porém não foi necessário um novo procedimento cirúrgico

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de janeiro de 2021 | 13h37

O técnico Adilson Batista, de 52 anos, deixou neste domingo a UTI do Hospital Cardiológico Constantini, em Curitiba, após apresentar evolução na recuperação do enfarte sofrido na última quinta-feira. A informação foi divulgada pela assessoria do treinador, que apareceu em um vídeo para atualizar o seu estado de saúde.

Adilson precisou passar por dois cateterismos em decorrência do problema cardíaco, porém não foi necessário um novo procedimento cirúrgico, como se esperava após as primeiras notícias sobre a internação, porque a saúde do treinador está melhor. Ele continua a sua recuperação no quarto do hospital em Curitiba, onde mora.

No vídeo, Adilson Batista fez diversos agradecimentos à equipe médica que o atendeu, desde os primeiros socorros até os profissionais que seguem fazendo o seu acompanhamento. O técnico também agradeceu a preocupação e as mensagens recebidas por colegas treinadores, jogadores e imprensa.

"Ganhei mais uma nova chance na vida. Gostaria primeiramente de agradecer a Deus e aos médicos. Então, saí da UTI agora há pouco, fui para o quarto. Deu tudo certo, graças a Deus. Então, eu só tenho a agradecer", disse o treinador.

O último trabalho de Adilson Batista foi pelo Cruzeiro no início de 2020. Antes, o técnico teve passagens por grandes clubes, como São Paulo, Vasco da Gama, Santos, Grêmio e Athletico-PR. No momento, o profissional está sem clube.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAdilson Batista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.