Recuperado de lesão, Jô é liberado para voltar aos treinos do Atlético-MG

Atacante volta e mostra que está pronto para defender o Brasil na Copa do Mundo

AE, Agência Estado

20 de maio de 2014 | 19h53

BELO HORIZONTE - Jô passou por um susto no começo de maio, poucos dias antes da convocação da seleção brasileira para a Copa do Mundo, ao sofrer uma contusão no joelho direito. Mas o problema não era grave e ele entrou na lista do técnico Luiz Felipe Scolari. Nesta terça-feira, o atacante foi liberado pelos médicos do Atlético-MG e voltou a treinar, mostrando que estará pronto para defender o Brasil.

Durante a derrota do Atlético-MG para o Goiás, em 4 de maio, pelo Brasileirão, Jô sofreu um estiramento no ligamento colateral medial do joelho direito. Três dias depois, Felipão divulgou a convocação para a Copa e admitiu que chegou a ficar preocupado com a lesão do atacante, que é reserva imediato de Fred na seleção. Mas, desde o primeiro momento, os médicos reforçaram que ele precisaria de 15 dias de recuperação, o que se concretizou nesta terça-feira.

Segundo Rodrigo Lasmar, médico do Atlético-MG, Jô já está recuperado. Mas, por exigência da Fifa, ele não poderá defender o clube mineiro antes de se apresentar à seleção brasileira na próxima segunda-feira, quando começa a preparação para a Copa na Granja Comary. De qualquer maneira, não terá nenhum impedimento para o trabalho sob o comando de Felipão.

Além de Jô, os médicos do Atlético-MG deram outras boas notícias para o técnico Levir Culpi e a torcida. O zagueiro Réver e o atacante Neto Berola já foram liberados para voltar ao time, enquanto o meia Ronaldinho Gaúcho e os atacantes Guilherme e Diego Tardelli, todos também recuperados, terminaram o tratamento e começaram a preparação física.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.