Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Manu Fernández / AP Photo
Manu Fernández / AP Photo

Recuperado, Messi é relacionado para defender o Barcelona contra o Sevilla

Problemas musculares o deixaram de fora também dos dois últimos amistosos da seleção argentina

Estadão Conteúdo

30 de março de 2018 | 17h50

Praticamente recuperado de problemas musculares que o deixaram de fora dos dois últimos amistosos da seleção argentina, contra Itália, em Manchester, e Espanha, em Madri, Lionel Messi foi confirmado nesta sexta-feira pelo técnico Ernesto Valverde na lista de jogadores relacionados para defender o Barcelona contra o Sevilla, neste sábado, às 15h45 (de Brasília), fora de casa, pela 30ª rodada do Campeonato Espanhol.

Corinthians conta com a volta de Jadson para encarar o Palmeiras

Convocado para atuar pela Argentina nestas duas últimas partidas que serviram de preparação para a Copa do Mundo de 2018, o jogador inicialmente foi descartado do embate no qual os seus companheiros de time nacional derrotaram os italianos por 2 a 0, há uma semana, na Inglaterra. Isso depois de ter se queixado de dores musculares após o confronto anterior do Barça no Espanhol, no dia 18 de março, quando fez um dos gols da vitória sobre o Athletic Bilbao, também por 2 a 0.

Após ser desfalque no amistoso contra a Inglaterra, Messi chegou a treinar por dois dias seguidos e foi até confirmado pelo técnico Jorge Sampaoli para o embate contra a Espanha, realizado na última terça-feira. Porém, no mesmo dia da partida, voltou a sentir dores provocadas por uma contratura na perna direita e foi descartado do jogo. E, das tribunas do estádio Wanda Metropolitano, viu a Argentina ser massacrada com uma humilhante goleada por 6 a 1.

Por causa de ainda não estar 100% recuperado, Messi não tem garantida a sua presença no time titular do Barça para o jogo com o Sevilla, mas no mínimo ele ficará no banco de reservas. O treino desta sexta ocorreu mais tarde do que normalmente acontece em vésperas de jogos por causa de um controle antidoping de rotina que a Uefa realizou com vários jogadores da equipe durante o dia.

Até por isso, Valverde deu entrevista coletiva nesta sexta antes do treinamento e, ao ser questionado se Messi seria relacionado, o treinador avisou que só poderia confirmar isso após a participação do atacante na atividade no gramado que começaria pouco depois.

E o comandante sabe que não pode correr risco com Messi também pelo fato de que na próxima quarta-feira o Barça enfrentará a Roma, em casa, no confronto de ida das quartas de final da Liga dos Campeões. De qualquer forma, porém, ele entrou em uma lista de relacionados cujas principais novidades foram as presenças do lateral-direito

Nélson Semedo e o meio-campista Denis Suárez, que retornam ao time. Em compensação, Sergio Busquets e Lucas Digne, lesionados, desfalcarão a equipe.

A lista de 18 atletas convocados para a partida deste sábado conta com Ter Stegen, Cillessen, Nélson Semedo, Piqué, Rakitic, Denis Suárez, Iniesta, Luis Suárez, Messi, Dembélé, Philippe Coutinho, Paulinho, Paco Alcácer, Jordi Alba, Sergi Roberto, André Gomes, Umtiti e Vermaelen.

O Barça é o líder disparado do Campeonato Espanhol, com 75 pontos, 11 à frente do vice-líder Atlético de Madrid, que no domingo enfrenta o La Coruña, em casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.