Franck Fife/AFP
Franck Fife/AFP

Recuperado, Neymar vai jogar nesta sexta pelo PSG e poderá se apresentar a Tite

Atacante sofreu uma leve contratura muscular na panturrilha direita no fim de semana passado

Redação, Estadão Conteúdo

01 de outubro de 2020 | 11h17

Neymar não será problema para o Paris Saint-Germain em seu próximo compromisso e, consequentemente, para a seleção brasileira em seus primeiros jogos nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022. Nesta quinta-feira, véspera do confronto com o Angers, o técnico Thomas Tuchel confirmou a escalação do atacante na partida, fora de casa, no PSG.

"É uma boa semana, estão todos em campo. Houve muita intensidade e boa mentalidade nos últimos dois treinos, por isso estou muito feliz. O retorno de Neymar Jr. e Idrissa Gueye são duas boas notícias para nós. Eles treinaram com intensidade, fazendo todos os exercícios com o grupo. Eles estão prontos, estão bem. Não há nenhum problema com eles", declarou o treinador alemão.

O atacante brasileiro se contundiu no jogo do fim de semana passado, diante do Reims, tendo passado por exames que detectaram uma leve contratura muscular na panturrilha direita. Já o senegalês Gueye apresentava um desconforto muscular. Mas ambos serão utilizados nesta sexta-feira pelo PSG.

Na última quarta, Neymar foi absolvido em julgamento pela acusação de homofobia contra o zagueiro Álvaro González durante partida entre o PSG e o Olympique de Marselha - o espanhol também não recebeu qualquer punição pela acusação de racismo contra o brasileiro. Emissoras europeias também afirmaram que o atacante proferiu ofensas xenofóbicas ao lateral-direito japonês Sakai. Neymar foi expulso na partida por dar um tapa em González, tendo sido suspenso por dois jogos por esse ato.

O Brasil vai estrear nas Eliminatórias no dia 9, diante da Bolívia, na Neo Química Arena, em São Paulo. Quatro dias depois, enfrentará o Peru, em Lima. E sem lesão, Neymar se apresentará ao técnico Tite no início da próxima semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.