Daniel Augusto Jr/Ag Corinthians
Daniel Augusto Jr/Ag Corinthians

Recuperados, Danilo e Pedrinho treinam com bola no Corinthians

Meias participaram da atividade nesta sexta-feira, no CT Joaquim Grava, mas estão em condições distintas para serem utilizados

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

23 de junho de 2017 | 19h21

Além da vitória por 3 a 0 sobre o Bahia, na quinta-feira, o técnico Fábio Carille tinha outro motivo para se animar na reapresentação do elenco do Corinthians nesta sexta-feira. Os meias Danilo e Pedrinho, recuperados de lesões, treinaram com bola ao lado dos demais companheiros e ficaram mais próximos de retornar aos gramados.

A situação mais confortável é a de Pedrinho. O jovem de 19 anos voltou a treinar normalmente após ser cortado do jogo contra o Bahia. Ele estava com uma tendinite no tornozelo esquerdo e em decorrência disso, acabou sendo cortado da partida contra o Bahia. Nesta sexta, ele aparentou estar recuperado e tem boas chances de ficar como opção no banco de reservas para o duelo com o Grêmio, domingo, em Porto Alegre.

Quanto a Danilo, ele treinou com bola pela primeira vez desde a lesão muscular na panturrilha esquerda, sofrida no início do mês, mas participou apenas de uma parte da atividade. Depois, voltou a fazer trabalhos físicos. O meia se recupera de uma fratura na perna direita, sofrida em agosto do ano passado. Apesar da boa recuperação, ele continua sem nenhuma projeção de quando retornará aos gramados.

Os únicos desfalques do treino foram o meia Giovanni Augusto, que ficou fazendo reforço muscular, e o zagueiro Pedro Henrique, que se recupera de uma amigdalite. Ambos serão avaliados neste sábado, mas devem viajar para Porto Alegre. Já os titulares da partida contra o Bahia, ficaram na parte interna do CT Joaquim Grava fazendo um trabalho de recuperação.

O time não tem mistério. Em comparação a formação que derrotou os baianos, a única novidade é a entrada de Paulo Roberto no lugar de Gabriel, suspenso.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.