Recurso do Oeste chega ao STJD

Chegou hoje ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) recurso do Oeste contra decisão da justiça esportiva de São Paulo, que puniu o clube com a perda de 12 pontos pela escalação supostamente irregular de atletas nas partidas contra Santos e Santo André, em fevereiro, pelo Campeonato Paulista. A pena acabou provocando o reabaixamento do Oeste. O recurso deve entrar em pauta na primeira semana de abril - a previsão é de que seja analisado por uma comissão disciplinar do STJD em 4 de abril. De acordo com a advogada contratada pelo clube, Vera Otero, o regulamento do Campeonato Paulista dava margem à escalação dos atletas que tivessem seus contratos protocolados na Federação de Futebol de São Paulo. "Não se poderia utilizar, no caso, o novo Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBDJ) por causa de uma brecha encontrada no regulamento da competição", disse. Ela acredita que o STJD vai reverter a situação, o que asseguraria ao Oeste a permanência na Primeira Divisão do futebol paulista. O clube tem interesse de que o julgamento seja feito ainda no calor da disputa do Campeonato Paulista. Teme que um eventual adiamento dos recursos possa "abafar o caso", como sugeriu Vera Otero. "Os jogadores citados como em condição irregular tinham seus documentos protocolados na federação até 13 de fevereiro, como reza o regulamento. Houve um erro de interpretação dos auditores do tribunal de São Paulo", afirmou.

Agencia Estado,

23 de março de 2004 | 19h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.