Internacional / Divulgação
Internacional / Divulgação

Red Bull Bragantino contrata meia Praxedes, do Inter, por R$ 37 milhões

Clube de Bragança adquire 60% dos direitos federativos do atleta, que foi formado nas bases do Fluminense

Redação, Estadao Conteudo

10 de junho de 2021 | 05h50

Acostumado a apostar em jogadores promissores, o Red Bull Bragantino fez um alto investimento para ter o meia Praxedes, de apenas 19 anos, do Internacional. O negócio foi fechado por cifras milionárias: 6 milhões de euros (cerca de R$ 37 milhões na cotação atual) por 60% do atestado liberatório do atleta.

O valor, inclusive, supera os R$ 25 milhões pagos para a contratação do atacante Artur junto ao Palmeiras. O dinheiro, com certeza, vai ajudar o Internacional a diminuir seus débitos, mesmo assim ainda vai manter 10% dos direitos de Praxedes. 

Até o Fluminense saiu ganhando no negócio porque terá direito a 10% do valor envolvido no acordo. O meia apareceu na base do time carioca antes de ser emprestado para o sub-17 do clube gaúcho. Praxedes passou pela base do Fluminense e chegou ao Internacional ainda na categoria sub-17. O meia passou a ser aproveitado no elenco profissional no ano passado. Desde então, são 54 jogos e dois gols.

O reencontro de Praxedes com o Internacional ainda não tem data para acontecer, mas será na última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, no Beira-Rio. Os clubes envolvidos na transação não comentaram nenhuma cláusula de proibição do jogador de enfrentar sua ex-equipe. O Bragantino tem apoio financeiro da Rede Bull. Nesta quarta, o time deu adeus à Copa do Brasil diante do Fluminense. Ganhou seu jogo por 2 a 1, mas não conseguiu a classificação.

JOGO DO INTER

O Internacional terá dois objetivos nesta quinta-feira, às 21h30, no Beira-Rio, em Porto Alegre. Além de fazer valer a vantagem conquistada no primeiro jogo contra o Vitória para garantir vaga às oitavas de final da Copa do Brasil, o time gaúcho também tentará dar sobrevida ao técnico Miguel Ángel Ramírez. O espanhol, aliás, sequer poderá ficar no banco de reservas, já que testou positivo para covid-19. Afastado, ele será substituído pelo auxiliar Martín Anselmi.

Ameaçado no cargo após a goleada sofrida para o Fortaleza, por 5 a 1, pelo Brasileirão, o treinador completou 100 dias à frente do Inter. São 20 jogos com dez vitórias, quatro empates e seis derrotas, num aproveitamento de 56,6%. "Creio que o futebol brasileiro não evoluirá se não mudar. Faz a mesma coisa todos os anos. Um treinador sai, entra outro. O Inter tem um projeto que visa uma maneira de jogar futebol. E, se não alcançar bons resultados, é porque o projeto não serve. Sem paciência, jogando a cada três dias, é impossível", disse Ramírez.

O Inter jogará pelo empate após ter vencido, em Salvador, por 1 a 0. Aos baianos restará vencer por dois ou mais gols de diferença. Se o Vitória triunfar por um gol de vantagem, a decisão será nos pênaltis, uma vez que não há gol qualificado. No Inter, algumas dúvidas esquentam a cabeça de Ramírez. Daniel e Marcelo Lomba brigam por vaga no gol. Johnny pode pegar o lugar de Rodrigo Lindoso no meio-campo. Já Saravia, Víctor Cuesta, Edenílson e Taison voltam ao time.

No Vitória, Ramon Menezes fará sua estreia após substituir Rodrigo Chagas. O ex-lateral seguirá no clube, mas em outra função. Ramon estava sem clube desde 2020, quando treinou o CRB. E ele conhece bem o Vitória. O ex-meia defendeu o clube em duas ocasiões: entre 1994 e 1995 e depois de 2008 a 2010. Pelo clube, ele conquistou a Copa do Nordeste de 2010 e tem cinco títulos do Campeonato Baiano.

Em relação ao time, o goleiro Ronaldo, lesionado, dará lugar a Lucas Arcanjo. Também entregues ao departamento médico, Guilherme Rend, Pedrinho, Vico, Wesley e Gabriel Inocêncio não jogam. Já Ronan e Bruno Oliveira atuaram por outros times na Copa do Brasil e não poderão entrar em campo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.