Jefferson Vieira/Oeste
Jefferson Vieira/Oeste

Red Bull Brasil bate Oeste e está bem perto das quartas do Paulistão

Osman, aos 43 minutos do segundo tempo, fez o gol da vitória por 2 a 1 em Barueri

Redação, Estadão Conteúdo

08 de março de 2019 | 22h40

Em jogo muito movimentado em Barueri, o Red Bull Brasil venceu o Oeste por 2 a 1, pela décima rodada, e está com um pé na próxima fase do Campeonato Paulista. Osman saiu de campo como o melhor jogador na Arena Barueri. Não só pelo gol da vitória aos 43 minutos do segundo tempo, mas porque deu muito trabalho ao goleiro Matheus Cavichioli. O técnico Antônio Carlos Zago também foi fundamental no triunfo pelas substituições.

A vitória aumentou a sequência invicta do Red Bull Brasil, que não perde há oito jogos, com seis vitórias e dois empates. O time tem a segunda melhor campanha do Estadual, com 21 pontos e pode se classificar já neste final de semana. Para isso, precisa torcer para que a Ponte Preta, que tem 13, não vença o São Bento no domingo. O Oeste, por outro lado, passa a somar três derrotas consecutivas e segue com 12 pontos.

Com dez minutos de bola rolando o Red Bull Brasil já conseguiu assustar o goleiro rival. Barreto encontrou liberdade pelo meio e tocou por cobertura para Roberson, que saiu nas costas da marcação e ficou cara a cara com Matheus Cavichioli. O atacante tentou dar um toquinho de cobertura, mas jogou pela linha de fundo. Depois, aos 15, o clube cobrou uma falta para a grande área e, no bate e rebate, Léo Ortiz quase marcou, porém, Maracás cortou.

Um dos jogadores que mais se movimentava no ataque, Osman acertou uma jogada individual pela esquerda e arriscou a finalização cruzada aos 21 minutos. Matheus Cacichioli interceptou, mas, no rebote, ninguém conseguiu completar. De tanto insistir, o Red Bull Brasil finalmente abriu o placar aos 31 minutos. Aderlan pegou na esquerda e cruzou na medida para Roberson, na marca do pênalti, apenas completar de cabeça.

Logo na sequência, com 34, o time de Campinas já poderia ter ampliado a vantagem. Mais uma vez com Osman pela ponta, que carregou em velocidade e deixou com Ytalo, praticamente dentro da pequena área, mas o atacante jogou para fora. Ainda no final do primeiro tempo, aos 42, Claudinho finalmente apareceu pelo meio. O atacante tirou a marcação, ajeitou o corpo e bateu colocado, mas Cavichioli encaixou.

O técnico Renan Freitas cobrou os jogadores do Oeste no intervalo e o time entrou com uma postura diferente no segundo tempo. O treinador, inclusive, teve participação direta no gol de empate aos 19 minutos. Precisando ganhar força ofensiva, tirou Marciel para colocar Fábio. O volante não gostou de ser substituído e, bravo, foi embora direto para o vestiário. Deu azar, porque não viu o gol do atacante no primeiro toque na bola, após cruzamento de Roberto.

O Red Bull Brasil, que dominou as ações no início do jogo, caiu de rendimento e praticamente não conseguia produzir. Sem controle do meio de campo, Antônio Carlos Zago tirou Claudinho e Roberson, dois atacantes, para colocar os meias Everton e Bruno Tubarão. Deu certo. Aos 43 minutos, Tubarão arriscou um chute de fora e o goleiro jogou pela linha de fundo. No escanteio, Everton jogou na cabeça de Osman, que decretou a vitória.

O Red Bull Brasil terá uma semana para treinar e só joga na sexta-feira, às 18h45, contra o lanterna São Bento em Campinas, no Moisés Lucarelli. Também pela 11.ª rodada do Campeonato Paulista, o Oeste enfrenta o Corinthians no domingo, às 16 horas, em Itaquera.

FICHA TÉCNICA

OESTE 1 X 2 RED BULL BRASIL

OESTE - Matheus Cavichioli; Tony, Lídio, Maracás e Conrado; Marciel (Fábio), Betinho e Elvis; Roberto (Gabriel Vasconcelos), Bruno Xavier (Bonilha) e Mazinho. Técnico: Renan Freitas.

RED BULL BRASIL - Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Romário; Barreto, Uillian Correia e Ytalo; Claudinho (Everton), Osman (Deivid) e Roberson (Bruno Tubarão). Técnico: Antônio Carlos Zago.

GOLS - Roberson, aos 31 minutos do primeiro tempo. Fábio, aos 19, e Osman, aos 43 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Ilbert Estevam da Silva.

CARTÕES AMARELOS - Maracás e Betinho (Oeste).

RENDA - R$ 7.265,00.

PÚBLICO - 677 pagantes.

LOCAL - Arena Barueri, em Barueri.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.