Reprodução/Twitter/Red Bull Brasil
Reprodução/Twitter/Red Bull Brasil

Red Bull Brasil vence de virada e deixa o Botafogo em situação complicada

Equipe de Campinas faz 3 a 1 no Moisés Lucarelli e chega aos 14 pontos no Paulistão

Redação, Estadão Conteúdo

15 de fevereiro de 2019 | 23h28

O Red Bull Brasil  continua firme na briga pela classificação para a segunda fase do Campeonato Paulista. Nessa sexta-feira à noite, o time de Campinas recebeu o Botafogo, no estádio Moisés Lucarelli, pela sétima rodada, e venceu, de virada, por 3 a 1.

Com a vitória, o Red Bull Brasil chega a 14 pontos, na segunda colocação do Grupo A, atrás apenas do Santos, que tem um ponto a mais. Ponte Preta, com oito, e São Caetano, com três, completam a chave. O Botafogo, com quatro pontos, é o lanterna do Grupo D, atrás de Ituano, com dez, São Paulo e Oeste, ambos com nove.

Mas a preocupação do time de Ribeirão Preto não é dentro da chave e sim na classificação geral. Após cinco derrotas, o Botafogo só fica fora da zona do rebaixamento porque tem um ponto a mais do que São Caetano e São Bento, que ainda jogam na rodada.

O jogo começou em alta velocidade e, logo no primeiro ataque do Botafogo, aos três minutos, Willian Oliveira aproveitou cobrança de escanteio da direita e, após bate-rebate dentro da área, completou para o fundo do gol e abriu o placar.

Aos poucos, com chuva, o Red Bull foi crescendo na partida e conseguiu buscar a virada ainda antes do intervalo. Primeiro, aos 21 minutos, Jobson arriscou de longe, o goleiro Rodrigo Viana deu rebote e Roberson apareceu livre para empatar.

Aos 38, Ytalo lançou Aderlan que fez bela jogada pela direita e tocou para Gabriel Leite, sozinho na pequena área completar para o gol. O atacante ainda se complicou e quase perdeu um gol incrível, mas na segunda tentativa colocou a bola para dentro.

Logo no início do segundo tempo, o time da casa teve grande chance de ampliar a vantagem. Roberson foi lançado dentro da área e só parou com falta de Diones. O árbitro Vinícius Gonçalves Dias não teve dúvida e marcou pênalti, mas Ytalo parou em bela defesa de Rodrigo Viana.

O terceiro gol só saiu após a entrada de Deivid. Aos 22 minutos, o atacante que veio do banco de reservas, recebeu de Barreto e tocou na saída do goleiro para garantir a vitória.

Os dois times voltam a campo no próximo domingo e enfrentam adversários de peso pela oitava rodada. O Botafogo recebe o Corinthians no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, enquanto o Red Bull Brasil vai ao Morumbi para enfrentar o São Paulo.

FICHA TÉCNICA:

RED BULL BRASIL 3 x 1 BOTAFOGO

RED BULL BRASIL - Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Rafael Carioca; Barreto, Jobson e Ytalo (Everton); Gabriel Leite (Deivid), Osman (Bruno Tubarão) e Roberson. Técnico: Antônio Carlos Zago.

BOTAFOGO - Rodrigo Viana; Lucas Mendes (Maicon Silva), Naylho, Ednei e Pará; Willian Oliveira (Denilson), Diones, Nadson e Pimentinha; Felipe Saraiva (Renan Oliveira) e Bruno Moraes. Técnico: Léo Condé.

GOLS - Willian Oliveira, aos 3, Roberson, aos 21, e Gabriel Leite, aos 38 minutos do primeiro tempo, e Deivid, aos 22 minutos do segundo tempo.

CARTOES AMARELOS - Ligger e Osman (Red Bull Brasil); Naylhor e Diones (Botafogo).

ÁRBITRO - Vinícius Gonçalves Dias Araújo.

RENDA e PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.