Reeleito por aclamação, Gilvan Tavares convoca torcedores do Cruzeiro

Após confirmação de mais um mandato, presidente do time mineiro pede à torcida que encha o estádio e adquira programa de sócios

Estadão Conteúdo

10 de outubro de 2014 | 12h02

Gilvan de Pinho Tavares será o presidente do Cruzeiro até 2017. Na noite de quinta-feira, o atual mandatário do clube mineiro foi reeleito para mais um triênio por aclamação, em solenidade realizada na sede social do Cruzeiro, no bairro do Barro Preto, em Belo Horizonte.

No seu novo mandato, Gilvan terá a companhia do primeiro vice-presidente, José Francisco Lemos Filho, e do segundo vice-Presidente, Márcio Rodrigues Silva, que compunham a única chapa inscrita para a eleição no Cruzeiro.

Gilvan assumiu a presidência do Cruzeiro em 2012, encerrando um período de 17 anos do clube nas mãos dos irmãos Alvimar e Zezé Perrella. Após um primeiro ano difícil, ele viu o time conquistar o título do Campeonato Brasileiro em 2013 e do Campeonato Mineiro nesta temporada.

Agora, o Cruzeiro lidera o Campeonato Brasileiro, com sete pontos de vantagem para o segundo colocado e a 11 rodadas do fim. Além disso, o time está classificado para as quartas de final da Copa do Brasil. Diante do bom momento do clube, ele pediu o apoio do torcedor na reta final da temporada, seja indo aos estádios ou aderindo ao programa de sócio-torcedor do Cruzeiro.

"Quem faz o time do Cruzeiro, quem me ajuda a pagar esse time é a torcida do Cruzeiro. A torcida do Clube precisa encher o estádio nesse momento decisivo, ela é fundamental para estimular os atletas a ganhar os jogos no estádio e ainda, cada Sócio do Futebol procurar trazer outros sócios para alcançar a cota que fixei de 100 mil sócios no meu mandato. Vamos unir forças, vamos somar forças, quanto maior for o numero de sócios torcedores, maior será a nossa receita e melhor serão os nossos times", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.