Felipe Oliveira/EC Bahia
Felipe Oliveira/EC Bahia

Reforçado e com mistério, Bahia duela com o Santos em Salvador

Roger Machado fechou o último treino e não revelou qual será o time titular para a partida

Redação, Estadao Conteudo

13 de julho de 2019 | 15h21

Em meio a decisão contra o Grêmio, pelas quartas de final da Copa do Brasil, o Bahia tem compromisso diante do Santos neste sábado, às 19 horas, no estádio de Pituaçu. O técnico Roger Machado fechou o treino da última sexta-feira e deixou no ar uma pequena possibilidade de fazer testes na equipe. O treinador não poderá contar com Nino Paraíba, com entorse no tornozelo esquerdo.

Sem Nino, a tendência seria que Ezequiel atuasse como titular, mas ele não pôde atuar frente ao Grêmio por já ter disputado a Copa do Brasil pelo Criciúma. Sendo assim, a lógica se dá pela entrada de Flávio, visando ter ritmo de jogo na quarta-feira. Os demais titulares só serão poupados em caso de desgaste físico.

Roger tem como novidades atletas recém-contratados: o zagueiro Marllon e o volante Ronaldo, ambos com condições de enfrentar o Santos, assim como o meia Guerra, que já entrou em campo diante do Grêmio. Fernandão é outro que pode aparecer entre os titulares, caso Gilberto seja preservado. Já Ernando e Rogério foram vetados pelo departamento médico.

"Os jogadores que estão chegando vêm para agregar qualidade, elevar o nível de competitividade. Isso nos dá a certeza de que podemos evoluir como equipe. E não tem ninguém acomodado no grupo, porque a competitividade é muito grande. Quem for jogar, vai se dedicar o máximo para alcançarmos a vitória. Nunca é fácil contra contra o Santos, mas estamos confiantes", disse o treinador.

O Bahia volta ao Brasileirão na oitava posição, com 14 pontos, um atrás do Goiás, primeiro time dentro da zona de classificação para a próxima Copa Libertadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.