Marcelo Sadio/Divulgação
Marcelo Sadio/Divulgação

Reforço, artilheiro da Libertadores sonha com o auge no Vasco

Paraguaio Julio dos Santos, ex-Cerro Porteño, promete empenho para apagar passagens anteriores ruins por clubes brasileiros

Ronald Lincoln Jr., O Estado de S. Paulo

06 de janeiro de 2015 | 16h25

Artilheiro da última Copa Libertadores pelo Cerro Porteño, Julio dos Santos quer repetir a boa fase, agora, no Vasco. O centroavante paraguaio é considerado um reforço de peso pelo time carioca, mas vai precisar superar dentro de campo as passagens frustradas que teve no futebol brasileiro, anteriormente. No Brasil, defendeu o Grêmio (2008) e o Atlético Paranaense (2008/2009).

"Quando vim para o Grêmio, estava machucado e ficou difícil para mostrar meu futebol. No Atlético foi melhor, mas não me recuperei completamente da lesão", justificou o jogador em entrevista nesta terça-feira, em Pinheiral (RJ), onde o Vasco realiza a pré-temporada. "Quando saí tinha muita vontade de voltar porque sei que não foi como queria", admitiu.

Em 2015, o meia acredita que pode chegar à sua melhor fase na carreira pelo Vasco. E, segundo ele, apresentando um futebol técnico. "Não vou mentir. Não sou rápido. Meu jogo é de passes, de bola parada, de técnica, essas coisas que me levaram para a seleção e para a Europa. Não vou mentir para o torcedor e dizer que sou rápido e de raça, meu jogo é quase só técnica", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoJulio dos Santos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.