Reforço do Flamengo, Rodinei aparece no BID como jogador do SEV/Hortolândia

A utilização de clubes do interior para que empresários registrem atletas que agenciam segue como prática recorrente no Brasil. O lateral-direito Rodinei é um exemplo disso. O jogador, que defendeu a Ponte Preta no Brasileirão e já foi anunciado como reforço do Flamengo, aparece nesta sexta-feira no Boletim Informativo Diário (BID) como atleta do SEV/Hortolândia, que em 2014 disputou a quarta divisão do Paulista e em 2015 se licenciou.

Estadão Conteúdo

01 de janeiro de 2016 | 15h49

O clube de Hortolândia, que faz sucesso no futsal, também é dono dos direitos federativos do volante Fernando Bob, outro que jogou na Ponte Preta no Brasileirão. O jogador está fechado com o Internacional.

O SEV não é o único clube a fazer isso. O Desportivo Brasil, de Porto Feliz (SP), por exemplo, tem o zagueiro Aislan (ex-Vasco) e o lateral-esquerdo João Paulo (ex-Flamengo).

À Tombense, que chegou no ano passado à primeira divisão do Mineiro, é ligada ao empresário Eduardo Uram e, a partir desta sexta-feira, é oficialmente o clube dos zagueiros João Filipe (ex-São Paulo), Vitor Hugo (ex-Palmeiras) e Roger Carvalho (ex-São Paulo e Botafogo, já fechado com o Palmeiras) e do volantes Andrei Girotto (ex-Palmeiras). Uram, que fez diversos negócios com o São Paulo nos últimos anos, agora é o grande fornecedor de atletas do Palmeiras.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoInternacional

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.