Divulgação
Divulgação

Reforço para o ataque, Kayke faz 1º treino após retorno ao Flamengo

Atleta deixa ABC como vice-artilheiro da Série B, com sete gols

Estadão Conteúdo

10 Agosto 2015 | 20h45

Derrotado por 1 a 0 pela Ponte Preta no último domingo, em Campinas, o elenco do Flamengo voltou aos treinos nesta segunda visando o confronto de quarta, diante do Atlético-PR, às 19h30, no Maracanã, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. A novidade da atividade foi a presença do atacante Kayke, que fez seu primeiro treinamento pelo clube após ter sido contratado junto ao ABC, time que hoje integra a Série B.

O jogador de 27 anos saiu da equipe de Natal como atual vice-artilheiro da competição e está de volta à Gávea depois de ter sido revelado para o futebol pelo próprio Flamengo. O atleta, porém, defendeu o time profissional em apenas quatro partidas, em 2007, e agora chega como opção de ataque do banco rubro-negro.

Kayke treinou no Ninho do Urubu ao lado dos atletas que não jogaram contra a Ponte Preta, enquanto quem atuou diante do adversário no Moisés Lucarelli ficou realizando um trabalho na academia, assim como aconteceu com o goleiro Paulo Victor e o atacante Paulinho.

Também nesta segunda-feira, o zagueiro Wallace e o atacante Emerson concederam entrevista coletiva. O primeiro deles destacou a importância de a equipe reagir nesta quarta, depois de estacionar nos 20 pontos e ficar na 13ª posição do Brasileirão. "O jogo de quarta é importante para voltarmos a vencer em casa. Estamos bem fisicamente, a comissão técnica é muito competente. A torcida também é muito competente e vai nos apoiar, sei disso", afirmou o capitão.

Emerson, por sua vez, acredita que o Flamengo fez boa atuação em Campinas, mas não soube aproveitar as chances que teve de marcar gols. "Fizemos excelente partida, mas quem não faz, leva. Agora, Cristóvão está estudando o próximo adversário para nos dar condição de vencer o Atlético-PR. A diretoria vem investindo forte, adotou postura diferente de outros anos", disse.

Mais conteúdo sobre:
futebolFlamengobrasileirao

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.