Montagem/Estadão
Montagem/Estadão

Reforços com passagens pela seleção movimentam janela no Campeonato Brasileiro

Clubes apostam em veteranos com mais de 30 anos e com experiência no futebol europeu

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

24 de julho de 2019 | 12h19

A atual janela de transferências do Campeonato Brasileiro não tem como marca a vinda de estrangeiros ou a intensa movimentação entre equipes nacionais. O grande destaque do mercado está na volta de jogadores veteranos e com experiência tanto na Europa, como na seleção brasileira. Reforços com mais de 30 anos e de renome internacional são as apostas das equipes para o restante do ano.

Quem mais se movimentou nesta janela atrás de contratações nesse perfil foi o Flamengo. Depois de sofrer com um problema crônico nas laterais, a diretoria analisou o mercado e encontrou uma oportunidade para a direita e outra para a esquerda. O primeiro a chegar foi Rafinha. Após 14 anos na Europa, dos quais oito foram no Bayern de Munique, o defensor de 33 anos aceitou a proposta e fechou contrato por duas temporadas.

"Eu escolhi o Flamengo. Graças a Deus cheguei a esse momento da carreira em que pude escolher onde jogar. Meus companheiros de Bayern sabiam desse meu desejo e conheciam a grandeza do Flamengo", disse o jogador durante a apresentação oficial. Rafinha teve poucas oportunidades com a camisa da seleção brasileira e na última vez em que foi chamado, em 2017, recusou a convocação.

A chegada dele deixou a torcida do Flamengo em polvorosa, mas o ciclo de contratações do clube carioca em busca de jogadores veteranos não terminou. Com uma negociação longa, marcada por várias viagens de dirigentes para a Espanha, a diretoria do clube carioca fechou contrato de duas temporadas com Filipe Luís. Titular da seleção brasileira na conquista da última Copa América, ele tem 33 anos e deixou o futebol brasileiro em 2004.  

O ex-Atlético de Madrid também viu condições atrativas para aceitar a proposta do Flamengo. A oportunidade de jogar no País natal e ter um bom contrato, influenciaram o lateral a trocar a capital espanhola pelo Rio de Janeiro. Para celebrar o acerto, ele chegou inclusive a publicar nas redes sociais uma foto da época da infância, em que vestia a camisa do rubro-negro.

Enquanto o Flamengo se movimentava no mercado, o Palmeiras fez o mesmo com o meia Ramires. O jogador de 32 anos terminou o contrato com o Jiangsu Suning, da China, para assinar um vínculo de quatro temporadas. Quem foi decisivo na negociação foi o treinador Luiz Felipe Scolari, com quem trabalhou em 2014 na Copa do Mundo.  "Eu acabei tomando a decisão de vir para o Palmeiras muito pelo Felipão. Tive algumas conversas com ele, me passou tranquilidade sobre o clube. Sobre o fato dele me conhecer, isso é muito importante", disse.  

Ramires chega ao Palmeiras após dez anos na Europa e passagens de destaque por Benfica e Chelsea, onde foi campeão da Liga dos Campeões em 2012. O meia disputou as Copas de 2010 e 2014 pela seleção brasileira e viu no acerto com o time alviverde a chance de passar mais tempo com a família. Esse componente, inclusive, é bastante em comum em negociações entre clubes brasileiros e jogadores que estão há anos no exterior.

A movimentação mais recente entre times locais e jogadores veteranos veio do Athletico-PR com o lateral-esquerdo Adriano. Revelado pelo rival, o Coritiba, o atleta de 34 anos e passagens por Barcelona e Sevilla estava no Besiktas, da Turquia. Antes de acertar o vínculo por um ano e meio, ele chegou a negociar com outras equipes, como o São Paulo.  

"Ansioso para começar a trabalhar e dar continuidade nesse trabalho do Athletico, pensando grande. Espero me adaptar o mais rápido possível e ajudar no que for preciso no dia a dia, com tudo que pude aprender nesse período", disse Adriano. Pela seleção brasileira, ele participou das Copas América de 2004 e de 2011.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.