Lucas Merçon/Fluminense FC
Lucas Merçon/Fluminense FC

Reginaldo comemora gol pelo Fluminense e mira duelo com Palmeiras: 'Jogo difícil'

Zagueiro foi o responsável pelo empate contra o Atlético-PR no Maracanã na última terça-feira

Estadão Conteúdo

08 de junho de 2017 | 19h02

Autor do gol que salvou o Fluminense da derrota em pleno Maracanã para o Atlético-PR, na terça passada, o zagueiro Reginaldo destacou, em entrevista coletiva nesta quinta, no Rio de Janeiro, que já "virou a chave" e garantiu que está focado para o próximo compromisso do time tricolor carioca no Brasileirão, contra o Palmeiras, no Allianz Parque, neste sábado, às 16 horas.

"Fico feliz por ter feito o gol naquela altura da partida, porque estávamos perdendo de 1 a 0. Um ponto em uma competição como essa nos ajuda também. Minha família ficou muito feliz. Mas agora procuro deixar isso no passado e focar no nosso adversário de sábado. Será um jogo difícil, diante de uma equipe qualificada e atual campeã do campeonato", enfatizou o zagueiro.

Já o meio-campista Luiz Fernando, que recentemente retornou ao Brasil vindo do STK Fluminense Samorim, filial do clube carioca na Europa, minimizou as vaias da torcida tricolor após o empate contra os paranaenses e comemorou a chance de ser titular diante do Palmeiras.

"A sensação de estar voltando a iniciar entre os 11 (titulares) foi muito importante. Eu vinha trabalhando bastante por uma oportunidade. Sabia que a convocação do Orejuela (na seleção equatoriana) poderia acontecer, porque ele é jogador de alto nível, e procurei dar meu máximo. Estou feliz. As vaias são normais, porque dentro de casa a torcida gostaria de ter saído com a vitória. Mas um ponto também é muito importante e pode nos ajudar lá na frente", avaliou o jogador, também em entrevista coletiva nesta quinta.

O grupo do Fluminense treinou na tarde desta quinta no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, com vistas ao duelo diante do Palmeiras, no fim de semana.

Tudo o que sabemos sobre:
FluminensefutebolFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.