Epitácio Pessoa/Estadão
Epitácio Pessoa/Estadão

São Bento anuncia que Régis abriu mão de tratamento contra as drogas e não apareceu para treinar

Lateral, ex-São Paulo, que luta contra a dependência de álcool e cocaína, largou a casa de recuperação e pode ser dispensado pelo time de Sorocaba

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

15 de julho de 2019 | 10h03

O lateral-direito Régis, que luta contra a dependência de álcool e cocaína, mais uma vez se tornou notícia por algo fora de campo. O São Bento, clube onde o jogador atua, anunciou nesta segunda-feira que o atleta deixou a casa de recuperação onde faz tratamento e não apareceu para treinar desde domingo. 

"O Esporte Clube São Bento comunica que o atleta Régis deixou a casa de recuperação e abriu mão do tratamento por vontade própria. Informamos ainda que o jogador não compareceu aos treinos de domingo e segunda e, por esse motivo, não foi relacionado para a partida desta terça-feira", informou o clube, em nota enviada ao Estado.

Em maio, o Estado foi até Sorocaba contar a história do jogador e como estava sua recuperação. Régis, que teve passagem pelo São Paulo, usou cocaína por três anos e consumiu álcool por oito. Ele foi dispensado do São Paulo justamente por causa das faltas aos treinos. 

O São Bento, que decidiu lhe dar uma nova oportunidade, é quem paga a casa de recuperação. O clube comunicou que, em razão das faltas do atleta, irá se reunir com ele para tomar as devidas providências. Não está descartada a dispensa do jogador de 29 anos. 

Régis já esteve envolvido em várias confusões nos últimos anos. Ele foi preso por brigas, dirigir embriagado e até por tentar invadir um motel. 

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.