Reprodução Twitter/Ifab
Reprodução Twitter/Ifab

Regra de 5 trocas por jogo vai valer até a Copa de 2022, diz International Board

Órgão que define as regras do futebol estende regra criada por causa da maratona de partidas realizadas após a pandemia

Redação, Estadão Conteúdo

28 de maio de 2021 | 13h32

A International Board (IFAB, na sigla em inglês), órgão que regulamenta as regras do futebol, anunciou nesta sexta-feira que a regra da opção de cinco substituições para cada time por jogo, criada por causa da maratona de partidas depois da pandemia do novo coronavírus, será prorrogada até o dia 31 de dezembro de 2022. Ou seja, a decisão também abrange a Copa do Mundo de 2022, que será disputada no Catar entre os dias 21 de novembro e 18 de dezembro do ano que vem.

Esta mudança na "regra 3" do futebol, que estabelece um máximo de três substituições por jogo, foi decidida em março de 2020 e vigorou até o final de 2021 para competições de clubes e até 21 de julho de 2022 para os jogos internacionais.

O objetivo é "apoiar o bem-estar dos jogadores, até porque o calendário tem sido perturbado, o que muitas vezes leva à condensação das competições", explicou a International Board.

Essa modificação foi criticada quando adotada em 2020 por oferecer uma vantagem aos grandes clubes, com elencos mais completos, mas o debate acabou quando as equipes confirmaram o cansaço de seus jogadores por acumular partidas depois de vários meses sem competir.

Paralelamente, algumas competições, incluindo o Europeu Sub-21, testaram uma sexta alteração em caso de concussão cerebral, experiência lançada pela IFAB no final de 2020. A entidade decidiu ainda que "continuará examinando o impacto da pandemia no futebol", frisou em seu

A Fifa tem quatro votos de oito nas decisões da IFAB. Os outros quatro são propriedade histórica das federações de futebol do País de Gales, da Escócia, da Inglaterra e da Irlanda do Norte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.