Regras do futebol são interpretativas

As regras do futebol não são claras. A afirmação é de Gustavo Caetano Rogério, diretor da Escola de Árbitros do Estado de São Paulo. "A regra não é clara, é interpretativa." Opinião parecida tem o ex-árbitro Oscar Roberto Godoi, para quem 80% dos lances são interpretativos. Exemplo disso foi a partida entre Corinthians e Brasiliense, realizada na quarta-feira. As jogadas polêmicas do confronto pela final da Copa do Brasil, que resultaram no afastamento do juiz Carlos Eugênio Simon, ainda provocam discussões. Prova de que não é suficiente conhecer as 17 regras para conduzir com eficiência uma partida de futebol.Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.