Arquivo/Estadão
Arquivo/Estadão

Regulamento do Paulistão começou a sofrer mudanças a partir de 1969

Sistema de pontos corridos foi utilizado até a década de 1970, quando confusão começou a marcar o torneio

O Estado de S. Paulo

18 de janeiro de 2014 | 18h35

SÃO PAULO - Depois de três edições com o mesmo regulamento, o Campeonato Paulista, iniciado neste sábado, apresentou mais uma mudança na trajetória até a taça de campeão. O fato é comum na história centenária do torneio. Ao longo das 113 edições, o modo de disputa foi alterado mais de 20 vezes. A primeira deu-se em 1969. Até então, apenas o sistema de pontos corridos havia sido utilizado pelas Ligas e Federações paulistas.

O regulamento, depois, foi repetido em outras sete edições do Paulistão: de 1970, 1971, 1972, 1984, 1994, 2005 e 2006. A partir da década de 1970, os sistemas usados pela Federação Paulista de Futebol (FPF) deram início a uma série de torneios marcados pela confusão e pela complexidade. Em 1977, por exemplo, o Corinthians sagrou-se campeão após disputar 48 partidas em cinco fases diferentes.

No ano seguinte, o Santos venceu o torneio mais confuso da história do campeonato. Na ocasião, três turnos definiram os semifinalistas da competição. Os dois primeiros, porém, de nada valiam. Corinthians e Ponte Preta, vencedores das fases, não tiveram qualquer vantagem na sequêmcia do torneio. No terceiro turno, quando o campeonato começou de fato, Santos, Guarani, Palmeiras e São Paulo conseguiram a classificação às finais.

A principal polêmica em torno do regulamento do Paulsitão ocorreu na edição de 1991. Naquele ano, 28 times foram divididos em duas chaves - o verde e o amarelo. O regulamento previa a classificação de cinco times do grupo principal e três da secundária. O São Paulo, que no ano anterior disputou a repescagem sem conseguir prosseguir no torneio, chegou às finais de 1991 após disputar 26 jogos contra times de menos expressão. Na sequência, o time são-paulino chegou à liderança do seu grupo e venceu o Corinthians na final.

Em 2005, após oito campeonatos com diferentes regulamento, a FPF voltou a utilizar os pontos corridos. O sistema, contudo, não durou. Dois anos depois, a entidade implantou uma fase semifinal. Em 2011, os oito times classificados jogaram as fases de quartas de final e semifinal em um jogo único, com 23 datas no total.

Neste ano, os 20 times foram divididos em quatros grupos. Os dois primeiros colocados passam às quartas de final. Até a final, as equipes se enfrentam em jogo único. O título, então, será decidido em uma disputa de mata-mata. Para chegar até a decisão, os times disputarão 17 partidas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.